Olhar Direto

Notícias / Cidades

Filho de vereador, universitário é detido e passa mal na delegacia; parlamentar cita abuso da PM

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

17 Fev 2018 - 10:36

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Filho de vereador, universitário é detido e passa mal na delegacia; parlamentar cita abuso da PM
O estudante do curso de direito Macswell dos Santos Silva, 23, filho do vereador Macrean Santos (PRTB), foi detido pela Polícia Miltiar no bairro Campo Verde, em Cuiabá, por estar conduzindo um veículo com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida na noite desta sexta-feira (16). Ao ser encaminhado a delegacia, o rapaz teve um mal súbito precisando ser encaminhado a uma unidade médica. O parlamentar, que esteve na delegacia acusou os PMs de agredí-lo.

Leia também
Agente penitenciário é assassinado com três tiros por homem mascarado em Várzea Grande


O boletim de ocorrência n° 2018.55153 relata que uma equipe da PM que fazia rondas pelo bairro encontrou o veículo HB20 conduzido pelo filho do vereador acompanhado por um primo pela Rua Tuffik Affi. No documento policial também é citado que a dupla levantou suspeita e foi abordada.

Os militares afirmaram que pediram para que os dois jovens colocassem as mãos na cabeça e que um deles resistiu. Nada de ilícito foi localizado, porém a carteira de motorista do filho do vereador estava vencida há alguns meses.

Diante dos fatos, os dois foram conduzidos até a central de flagrantes para o registro da ocorrência, quando o filho de Macrean começou a passar mal, precisando ser encaminhado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro.

O vereador, ao ser comunicado, esteve na UPA e logo em seguida acompanhou o filho até a delegacia, onde os policiais disseram que o parlamentar os acusaram de ter agredido o rapaz, chegando a fazer ligações dizendo que estava falando com o governador Pedro Taques (PSDB).

O rapaz passou mal novamente e foi levado a unidade de saúde mais uma vez, sendo liberado meia hora depois por um dos médicos. Em seguida ele foi entregue a Polícia Civil.

Em entrevista ao Olhar Direto, o vereador disse que os policiais prenderam o seu filho apenas por ele ser morador do bairro Pedregal. O parlamentar também afirmou que o estudante foi agredido sem motivo e por conta disso passou mal na delegacia: "Não estou acusando o sargento que fez a prisão, estou afirmando que ele agrediu o meu filho. Tenho testemunhas e vou buscar os direitos. A Corregedoria da Polícia Militar será acionada e já fizemos o Corpo de Delito".

O posicionamento completo do vereador pode ser conferido AQUI.

27 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Francisco Antonio de Almeida
    19 Fev 2018 às 10:40

    Pai e filho deveriam serem presos, um por estar dirigindo sem habilitação e o outro por tentar intimidar uma autoridade utilizando um cargo público. Este caso merece uma investigação da CCJ da Câmara.

  • LUNETA
    19 Fev 2018 às 08:48

    EU, NA QUALIDADE DE POLICIAL FEDERAL, SAINDO DE FESTINHAS DE ANIVERSÁRIO OU OUTRO EVENTO QUE SEMPRE ACABA TARDE, QUANTAS VEZES FOI ABORDADO PELA PM, QUE AGIRAM COM PROCEDIMENTO PADRÃO, DETERMINANDO MÃOS NA CABEÇA, DE COSTAS PARA A GUARNIÇÃO, BUSCA PESSOAL E VEICULAR, LOGO APÓS, FAZIA A MINHA IDENTIFICAÇÃO FUNCIONAL E PRONTO. NUNCA PREVALECI DA MINHA FUNÇÃO PRA LEVAR PROVEITO PRÓPRIO. A PM ESTÁ CERTA! ELA NÃO TEM BOLA DE CRISTAL PRA SABER QUEM ESTÁ ABORDANDO EM ESTADO SUSPEITO. PRA MIM ESSE MOLEQUE TÁ CHEIO DE MIMIMI. AINDA NÃO SAIU DAS BARRAS DA CALÇA DO PAI.

  • MARCELO - PAGADOR DE IMPOSTOS
    19 Fev 2018 às 08:39

    Interessante: o nobre vereador pediu para o seu filho com CNH vencida ir até ao bairro entregar um documento? Interessante: um funcionário da UPA que conhece o vereador e tem seu telefone que ligou? Interessante: o vereador dizer que ligou ao comando da PM e que iria falar com o governador? Quando alguém da sociedade que não concorda com atos de militares, não é o comandante e nem o governador que devem ser acionados e sim a corregedoria. Interessante: Quando o vereador diz que o sargento é despreparado, não cabe processo?

  • AGUINALDO BARBOSA
    19 Fev 2018 às 00:24

    Olha como estão nossos políticos, o rapais pode ate estar certo mas como é filho de politico ele já esta errado kkkkkk Politico a pior profissão nos dias atuais

  • Povo cuiabano
    18 Fev 2018 às 13:32

    Não é porque é filho de político que pode andar com habilitação vencida e ainda fazer direção perigosa colocando em risco sua vida e de terceiros. ...

  • PREA
    18 Fev 2018 às 10:53

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ronaldo
    18 Fev 2018 às 09:48

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Sampaio
    18 Fev 2018 às 04:54

    Eu sô outoridade , e sabe com quem estão falando kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk abre o olho que é frescura em outoridade ............

  • Rubens
    18 Fev 2018 às 01:48

    Esses são nossos policiais, bando de despreparado, arrogantes,sem educação e tratam o cidadão de bem como se fosse bandidos, eu conheço o filho do vereador, é um menino exemplar, evangélico, estudante e trabalhador, esses policiais agrediram o menino e quando souberam que ele era filho de vereador ficaram com medo e levaram ele para delegacia alegando desacato, infelizmente nossos policiais se acham acima da lei, que a justiça seja feita!

  • gomes
    17 Fev 2018 às 21:33

    Tudo certo para esse vereador, por esse motivo nem precisa cobrar dele uma postura de representante fiscalizador o qual é sua função, não consegue se quer ter conhecimentos de fatos dentro de sua propria casa, como ira ajudar a populacão.

Sitevip Internet