Olhar Direto

Sábado, 20 de outubro de 2018

Notícias / Meio Ambiente

Blairo Maggi deseja que países assumam compromisso de preservar florestas; MT pode ser exemplo

Da Redação - Ronaldo Pacheco

22 Mar 2018 - 08:41

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Blairo Maggi cita o exemplo de Mato Grosso sobre as nascentes de água

Blairo Maggi cita o exemplo de Mato Grosso sobre as nascentes de água

O ministro da Agricultura e Pecuária, senador mato-grossense Blairo Maggi (PP), deseja que seja incluso no documento final do 8º Fórum Mundial da Água um compromisso entre os países participantes para estimular a preservação da vegetação nativa em margens de rios e nascentes. O objetivo, segundo Maggi, em apresentação durante o Fórum, é manter a qualidade da água e preservar a biodiversidade do planeta.
 
Maggi participou do painel ‘Água para agricultura e alimentação’ e destacou, na ocasião, o forte engajamento dos produtores rurais brasileiros com a agenda de uso racional da água. Mato Grosso pode ser exemplo para o mundo, já que possui 60% de sua área virgem preservada e continua batendo recordes de produção e produtividade de grãos e carnes.
 
Leia Mais:
- Maggi é contra proposta de Taques para fundo emergencial e defende que governo ataque sonegadores

- "Devemos dar mais valor aos pontos que nos unem”, sugere Brito para que Taques e Campos continuem juntos

- Saída de Maggi é fim de uma era e abre perspectiva para surgimento de novos líderes em MT

“O Brasil vem trabalhando muito forte nessa área, na conservação e na preservação da água”, argumentou o titular do Mapa. “Acho que os demais países deveriam seguir esse exemplo”, justificou Maggi, para a reportagem do Olhar Direto.
 
O ministro da Agricultura ponderou ainda a legislação ambiental brasileira, que, segundo ele, é exigente. “A maioria aqui são brasileiros, ou são ligados à agricultura”, afirmou. “Eles sabem que nós temos uma legislação bastante dura, forte, que exige que cada propriedade rural preserve, como florestas naturais, as margens dos seus rios, dos seus córregos, e fazendo com que essas florestas protejam a água, a biodiversidade e a fauna”, sintetizou ele, do alto da experiência de quem já fo duas vezes goverandor de Mato Grosso.
 
O ministro da Agricultura observou que a prática brasileira deve ser inclusa nas resoluções do 8º Fórum Mundial da Água e a seguir adotada em âmbito mundial.
 
“Eu conheço muitos lugares no Brasil. E que, assim como no meu Estado, Mato Grosso, não havia mais nascentes jorrando. Adotando essas práticas, com o tempo a água volta, com abundância e qualidade”, sintetizou o ministro da Agricultura.
 
Blairo Maggi rcordou, ainda, que o País é um grande produtor agrícola, mas que usa pouca irrigação com água subterrânea ou de rios. “Talvez, 90% da produção brasileira vem do aproveitamento de águas das chuvas”, exemplificou ele.
 
Dados da Agência Nacional de Águas (ANA) indicam que o Brasil está entre os 10 países com maior área irrigada no mundo. No total, são sete milhões de hectares irrigados, mas que corresponde a apenas 10% da área plantada.
 

22 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Osneide
    23 Mar 2018 às 08:36

    O pior dessa demagogia é que com o apoio dele no Senado e o lobby, conseguiram diminuir de 50 metros para 30 m a área de preservação das margens dos córregos e fazer a proeza de diminuir as áreas de nascentes. É muito cara de pau! Tá parecendo o atual Pedro Sem Futuro, diminuiu até ajuda para fiscalização da SEMA.

  • Osneide
    23 Mar 2018 às 08:36

    O pior dessa demagogia é que com o apoio dele no Senado e o lobby, conseguiram diminuir de 50 metros para 30 m a área de preservação das margens dos córregos e fazer a proeza de diminuir as áreas de nascentes. É muito cara de pau! Tá parecendo o atual Pedro Sem Futuro, diminuiu até ajuda para fiscalização da SEMA.

  • Cuiabano
    22 Mar 2018 às 20:57

    Engraçado, tantos imbecis dando elogios para quem ganhou o prêmio de motosserra de ouro... faça-me o favor, por isso o Brasil não evolui com tantos retardados...

  • fabio
    22 Mar 2018 às 18:31

    FLORESTA EM PÉ E MANEJADA JÁ!!! SINÔNIMO DE RENTABILIDADE COM GERAÇÃO DE EMPREGO, RENDA E CONSERVADAS, AVANTE PARA FISCALIZAR E CLASSIFICAR MADEIRAS DE TODOS ESTADOS DA FEDERAÇÃO, E NÃO SOMENTE DO MATO GROSSO!

  • paulo escorpião
    22 Mar 2018 às 14:37

    PENSEI QUE ESTAVA TENDO UM PESADELO TO RINDO ATÉ AGORAESSE MINISTRO É MESMO UMA PIADA DE MUITO MAL GOSTO.

  • JOSE NILDO
    22 Mar 2018 às 14:15

    Ms a motoserra de OURO, TA FICANDO ENGRAÇADO IGUAL AO PEDRINHO...TA BOM DE ABRI UM PROGRAMA HUMORÍSTICO ... MINISTRO DE MEIA BOCA ...CARNE FRACA KKK

  • Bruno
    22 Mar 2018 às 14:10

    Parabéns Ministro pelo excelente trabalho a frente do MAPA.

  • Bruno
    22 Mar 2018 às 14:10

    Parabéns Ministro pelo excelente trabalho a frente do MAPA.

  • Bruno
    22 Mar 2018 às 14:10

    Parabéns Ministro pelo excelente trabalho a frente do MAPA.

  • Damião
    22 Mar 2018 às 14:08

    ( infelizes dos homens que acumulam terra sobre terra) biblico, um dos piores governadores que administrou MT juntamente com seu pupilo (Silval Barbosa)

Sitevip Internet