Olhar Direto

Quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Notícias / Política MT

Com bens avaliados em R$ 300 mil, advogado é o primeiro a registrar candidatura ao Senado

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

06 Ago 2018 - 15:03

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Com bens avaliados em R$ 300 mil, advogado é o primeiro a registrar candidatura ao Senado
O partido Novo saiu na frente e foi a primeira sigla a solicitar o registro de candidatura dos seus 13 candidatos à deputado federal, além do candidato ao Senado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os partidos tem até o dia 15 de agosto para registrarem os nomes definidos nas convenções ocorridas neste último fim de semana.

Leia também
Mato Grosso terá cinco candidatos na disputa pelo Governo; saiba quem são e entenda as articulações


De acordo com o TSE, até o momento apenas os candidatos do Novo solicitaram o registro. A sigla fundada em 2011, irá disputar em Mato Grosso uma vaga para o Senado com o advogado criminalista Waldir Caldas. Ele informou ao tribunal ter patrimônio avaliado em R$ 300 mil, de uma casa.  

Caldas foi oficializado como candidato ao Senado no dia 31 de julho, quando ocorreu a convenção do partido. O jurista tem 63 anos, é nascido em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, mas vive em Cuiabá há 40 anos.

O advogado Givanildo Gomes foi definido como seu primeiro suplente e o arquiteto Nicácio Lemes Júnior ficou com a segunda suplência.

Já os 13 candidatos a deputados federais, tem também na sua maioria advogados, além de médicos e servidores públicos.

Entre os candidatos com os maiores patrimônios declarados estão o médico, especialista em clínica médica, Eduardo Dossa, com R$ 2,8 milhões e o servidor público federal Rogério Pimenta, com R$ 2,3 milhões.

O coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL) em Mato Grosso, Heitor Santana, que articula nas redes sociais desde o ano passado sua pré-candidatura também é um dos candidatos do Novo a uma cadeira na Câmara Federal.

A Lei das Eleições (Lei 9.504/96) estipula o dia 17 de setembro como a data em que todos os pedidos de registro de candidatos, inclusive os impugnados, bem como os respectivos recursos, devem estar julgados. Os cargos de governador, vice-governador, senador, suplentes, deputado federal, estadual e distrital devem ser analisados pelos TREs.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Joao Mello
    06 Ago 2018 às 23:29

    Servidor público federal com patrimônio de 2,3 milhões? Esquisito né? Se ainda for um desembargador até pode ser, mas se for de outra área......

  • Vando
    06 Ago 2018 às 16:17

    mais um que precisa!!de passar oleo de peroba!nessa carra de tacho!

  • Edson
    06 Ago 2018 às 15:42

    Só tem isso de bens um advogado de renome. Vixi

  • Areal
    06 Ago 2018 às 15:31

    Começou bem nobre advogado , já mentindo na cara dura sobre seus patrimonios ..onde já se viu , esse valor declarado é quanto em média cobra para pegar uma causa...parabens...já começou mentindo

Sitevip Internet