Olhar Direto

Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

Em Cuiabá, 47 pessoas morreram vítimas do trânsito no primeiro semestre de 2018; veja dados

Da Redação - Wesley Santiago

12 Out 2018 - 11:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Em Cuiabá, 47 pessoas morreram vítimas do trânsito no primeiro semestre de 2018;  veja dados
O boletim do Programa Vida no Trânsito (PVT), divulgado pelo Comitê Municipal de Mobilização pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito (CMSPT), apontou que – apenas no primeiro semestre de 2018 – 47 pessoas morreram em Cuiabá vítimas do trânsito. A maioria dos óbitos foi de moradores de Cuiabá.

Leia mais:
Homem de 34 anos morre após acidente entre duas motos em Cuiabá; veículo pegou fogo
 
O estudo apontou que nesse período foram registradas 47 vítimas fatais de acidentes de trânsito nas vias públicas da Capital, totalizando 45 acidentes. Quase a metade das vítimas, 49% (23) veio a óbito ainda no local do acidente, demonstrando a gravidade das lesões.
 
Além disto, o levantamento também mostra que 85,1% (40) dos acidentados residiam em Cuiabá, pouco mais de 10% (05) em Várzea Grande e apenas 4,3% (2) em outros municípios. A maioria das vítimas eram homens (89,4%) na faixa etária de 46 a 59 anos 29,8% (14), seguidos de 26 a 35 anos 25,5% (12) das vítimas.
 
Segundo a coordenadora de Vigilância a Doenças e Agravos, Clotildes Pinho da Costa o levantamento é uma importante ferramenta para a gestão nortear as ações de combate às violências no trânsito. “A integração das informações é essencial para que a partir da determinação da causalidade desses acidentes, possamos subsidiar os gestores em relação às decisões e intervenções nas áreas do planejamento, gestão, vigilância e assistência, nos diferentes setores envolvidos, visando um trânsito mais humanizado e seguro para pedestres e motoristas”, finalizou.
 
O Comitê Municipal de Mobilização pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito (CMSPT) é composto por representantes das Secretarias Municipais de Saúde, de Mobilidade Urbana e de Educação. Ele foi criado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), por meio do Decreto 6.268, em 12 de maio 2017.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Marcos
    12 Out 2018 às 18:57

    So queria saber desse total que morreu, quantis foram mortes causadas por acidente de moto ......