Olhar Conceito

Notícias / Arquitetura, décor e design

veja vídeo

Ponte sobre rio Cuiabá terá fonte luminosa com mesma tecnologia do Parque das Águas

Da Reportagem Local - Érika Oliveira / Da redação - Isabela Mercuri

06 Jul 2018 - 09:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Ponte sobre rio Cuiabá terá fonte luminosa com mesma tecnologia do Parque das Águas
Até o réveillon, ou, mais tardar, no aniversário de 300 anos da capital, Cuiabá e Várzea Grande terão na primeira ponte que ligou as duas cidades, uma ‘dança das águas’ com a mesma tecnologia implantada no Parque das Águas. Ou seja, tecnologia chinesa que está também em Dubai.

Leia também:
Com ‘fonte musical’ de R$ 3 milhões, Parque das Águas tem previsão de entrega para antes do fim do ano

O anúncio foi feito por Emanuel na última quinta-feira (5), em um encontro realizado na Secretaria Municipal de Educação, com o ministro Vinicius Lummertz, do Turismo, e a presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), ex-deputada Maria Aparecida Teté Bezerra. No encontro, foram assegurados R$17 milhões, em recursos, para Cuiabá, por meio do ‘Prodetur, + Turismo’.

Segundo Emanuel, os recursos serão implantados na construção do novo cais do Porto, reforma e modernização do Mercado Municipal Antônio Moisés Nadaf, e Orla do Porto 2. Neste meio está também a implantação da ‘dança das águas’ na ponte Julio Muller, que liga Cuiabá e Várzea Grande.

“Vocês vão ver este canteiro de obras de embelezamento, de contemplação, de amor pela nossa cidade, é fruto de toda essa articulação de muitas mãos, especialmente da bancada federal, da caixa econômica federal e da minha equipe, que se debruçaram pra salvar esses recursos fundamentais para nossa Cuiabá”, afirmou o prefeito.

Emanuel contou em primeira mão que decidiu, junto a Jaime Campos, dar um ‘presente’ para os 300 anos da Capital. “Eu falei, Jaime, vamos dar um presente para os 300 anos de Cuiabá? Quero iluminar a ponte Julio Muller com o mesmo conceito da dança das águas, do Parque das Águas, porque quem vai estar na Orla do Porto 2, na Orla do Porto ou no cais do Porto vai poder contemplar a beleza da dança das águas, no encontro de Cuiabá e Várzea Grande”.

Nas obras realizadas na Orla e no Cais do Porto, a Prefeitura entrará com uma contrapartida de cerca de R$70 mil (cada obra), e mais R$110 mil para a Orla do Porto 2. No caso da ponte, Emanuel contou que o valor será dividido entre Cuiabá e Várzea Grande, e que a intenção é entregar até o réveillon, ou, se não der tempo, até dia 8 de abril de 2019.

“Estamos levantando os recursos. Estamos usando a mesma tecnologia do Parque das Águas. Eu designei o Vuolo pra ir pra China, o Vuolo foi pra China recentemente, contatou o pessoal, eles viram, então os preços não ficam pesados. O Jaime topou ‘meiar’, porque a ponte está entre Cuiabá e Várzea Grande,  então estamos só vendo a questão do VLT, ver onde vai passar, pra gente poder entregar uma coisa bacana”, finalizou.

A ‘dança das águas’ usará a água do próprio rio Cuiabá. Veja vídeo de como funcionará:

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet