Olhar Conceito

Terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Notícias / Diversão e Lazer

Governo revitaliza orlas para transformá-las em complexos turísticos

Da Redação - Thaís Fávaro

18 Set 2019 - 14:00

Foto: Projeto Sedec Orla Barão de Melgaço

Governo revitaliza orlas para transformá-las em complexos turísticos
Barão de Melgaço, Santo Antônio de Leverger e Cáceres (110km, 35km e 218 Km de Cuiabá, respectivamente) são municípios banhados pelo Rio Cuiabá e um dos seus principais atrativos turísticos é a pesca, por isso, o Governo do Estado começará a revitalizar as orlas dessas regiões para transformá-las em complexos turísticos. As obras estão em fase de licenciamento e devem começar em 2020.
 
Leia mais
Carro-chefe da Casa 7, rodízio de mini hambúrgueres agora conta com novos sabores e opção vegetariana
 
De acordo com o projeto, estão previstas a ampliação das calçadas, transformando-as em um calçadão, a implantação de bares e restaurantes e a construção de playground. Além disso, paisagismo e iluminação vão garantir o uso do espaço também no período noturno.

“São projetos importantes para fomentar o turismo na região do Vale do Rio Cuiabá, pois são nossos portões de entrada para o Pantanal. Com estes projetos esperamos que os munícipes e os turistas possam desfrutar destes novos espaços”, disse Jefferson Moreno, secretário adjunto de Turismo de Mato Grosso.



Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, o incremento do turismo vai gerar renda e empregos de qualidade e bem remunerados para estes municípios e para a região.

“Teremos necessidade de mão de obra qualificada e, por meio de uma indústria limpa, teremos mais empregos e o turista também vai gastar mais na região. O governador Mauro Mendes ainda tem projetos para explorar melhor os atrativos, como hotéis flutuantes, além de melhorar os rios para um turismo mais saudável”, afirmou.

A arquiteta da Secretaria de Turismo, Marcella Carbonieri, reforça que “a requalificação urbana desses espaços permitirá ao turista e ao cidadão uma nova opção de turismo no Estado, desfrutando de um local com infraestrutura, opção de lazer e passeio integrado a beleza natural existente”.


 
Orla do Rio Paraguai

Em Cáceres a obra da Orla do Rio Paraguai está orçada em cerca de R$ 23 milhões. O projeto já foi aprovado pelo ministério do Turismo, que vai liberar R$ 17 milhões. Para completar os recursos, a prefeitura vai buscar apoio do Governo do Estado e da bancada federal, entre outros parceiros.

A orla, planejada para ser construída as margens do rio Paraguai, no centro da cidade, terá 1.240 metros de extensão. O projeto inclui a construção de quiosques, pista de ciclismo, duas pontes, rampas de acesso para cadeirante, calçamento, paisagismo, iluminação, entre outros investimentos.

Até o final de setembro, o executivo municipal vai apresentar a documentação na Caixa Econômica Federal para dar encaminhamento ao projeto. Após a aprovação na instituição financeira, será realizada a licitação para a contratação da empresa que vai executar o trabalho. Passada esta etapa, será dada a ordem de serviço para o início das obras. “A expectativa é que a construção da orla tenha início ainda este ano”, afirmou o prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, ressaltando que a construção da orla é um sonho antigo e que se tornou uma das suas metas como gestor  público municipal, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da cidade.

O prefeito ressaltou que a orla deixará a cidade mais bonita e vai fomentar o turismo e a economia em Cáceres, considerada a terceira cidade com maior potencial turístico em Mato Grosso.  O município, que possui cerca de 94 mil habitantes, também é forte na pecuária, que garante à cidade a liderança no rebanho bovino no estado.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet