Olhar Conceito

Segunda-feira, 14 de junho de 2021

Notícias / Comportamento

mara

Fronteira com a Argentina é reaberta e Elefanta que vem para Chapada entra no Brasil

Da Redação - Isabela Mercuri

11 Mai 2020 - 17:09

Foto: Tomás Francisco Cuesta

Fronteira com a Argentina é reaberta e Elefanta que vem para Chapada entra no Brasil
A elefanta Mara, de 50 anos, está vindo da Argentina e deve chegar ao Santuário em Chapada dos Guimarães no meio desta semana. O Santuário de Elefantes Brasil (SEB) conseguiu autorização para trazê-la no último mês de fevereiro. As fronteiras que estão fechdas por conta do novo coronavírus foram abertas para a passagem do animal.

Leia também:
Licença para vinda de elefanta Mara ao Santuário de Chapada dos Guimarães é aprovada

Mara foi uma elefanta de circo e tem histórico de maus-tratos. Ela nasceu na Índia antes dos anos 70 e foi, inicialmente, transportada para a Alemanha. Acabou vindo para a América do Sul, pertencendo a três circos, um no Uruguai e dois na Argentina. Ela tem vivido em seu recinto atual, no Ecoparque em Buenos Aires, desde 1995.

Segundo publicação no Facebook do SEB, no último domingo (10) a elefanta foi colocada em sua caixa de transporte e saiu para sua longa viagem. “Sabemos que no momento a situação não é ideal mas, ao mesmo tempo, é melhor para Mara que venha o mais rápido possível”, afirmam.


Foto: Christian Rizzi/PRF

A elefanta faz a viagem com dois de seus tratadores, membros da equipe veterinária e algumas outras pessoas, além de um representante da SEB que mora na Argentina. Como a fronteira entre Brasil e Argentina está fechada para o tráfego humano, outra equipe esperou Mara do lado brasileiro das terras.

Assim que chegou ao Brasil, Scott e a equipe brasileira seguem viagem com Mara. A equipe Argentina ficará na Argentina, explica a publicação. No Brasil, a equipe promete realizar lives para mostrá-la. Vale lembrar que a equipe está usando máscaras.


 
O Santuário de Elefantes Brasil foi criado pela publicitária Junia Machado. Sua preocupação com estes animais é antiga e, após muita pesquisa, em parceria com a ONG Elephant Voices e com o Santuário do Tenessee, ela encontrou a área para realizar seu sonho.

Sua implantação e funcionamento contam com apoio de duas instituições internacionais dedicadas a elefantes. A Global Sanctuary for Elephants (GSE) dá suporte à implantação de santuários e treinamento para tratadores. A ElephantVoices pesquisa comportamento de elefantes na natureza.
 
Toda a manutenção do projeto vem de doações e a colaboração pode ser feita de diversas maneiras e com qualquer valor.

Christian Rizzi/PRF

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet