Olhar Conceito

Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Notícias / Gastronomia

'Castanhas Cuiabá'

Casal se junta para vender castanhas e frutas desidratadas pelo Instagram

Da Redação - José Lucas Salvani

05 Ago 2021 - 14:30

Foto: Reprodução

Casal se junta para vender castanhas e frutas desidratadas pelo Instagram
Estudante de agronomia, Nuriene Tabata Silva, 22 anos, e o marido Uarlei Pereira Brandão, de 34 anos, resolveram vender castanhas e desidratadas pelo Instagram. Uarlei já vendia amendoim pelas ruas, mas as vendas foram impulsionadas quando começaram a vender os produtos pelas redes sociais.

Leia também:
Lista: cinco opções de presentes para o Dia dos Pais para comprar em Cuiabá

“Nós não pensávamos que iria dar certo. Estamos em uma pandemia e todo mundo está poupando dinheiro. Então, foi algo que para a gente foi inesperado, principalmente por termos conseguido clientes fixos. Hoje agradecemos a Deus e a ideia que tivemos de abrir o Instagram para os clientes comprarem e entregarmos na casa deles”, conta Nuri em entrevista ao Olhar Conceito

Uarlei era morador de Goiânia e mudou-se para Cuiabá para poder encontrar uma chance melhor de vida. Um tio dele já vendia amendoins e sugeriu para que ele também vendesse, em meados de 2005.

Assim, Uarlei passou a vender pelas ruas de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, passando de loja em loja. Todos dos dias ele saía de casa pela manhã para vender nas ruas, mas em 2019, com a ideia de vender também castanhas, Nuri achou que seria melhor vender também pelo Instagram. 



São vendidas castanhas do Pará, cajú, castanhas caramelizadas com mel e gergelim, castanhas caramelizadas com mel e coco, coco chips e mix de castanhas. Para encomendar, basta entrar no Instagram ou pelo número (65) 99216-8221.

Enquanto Uarlei tem os amendoins apenas como sua única renda, Nuri trabalha como estagiária no município e usa o período da tarde para poder realizar as entregas dos pedidos vendidos pelo Instagram. “Eu sou estagiária. Faço estágio até as 14h e durante à tarde eu faço as entregas de vendas que realizei durante à manhã”, conta em entrevista ao Olhar Conceito.

Apesar de atender também pelo Instagram, Uarlei ainda está vendendo pelas ruas de Várzea Grande, principalmente por conta de alguns clientes que foram fidelizados ao longo dos anos. Nuri, porém, confessa que está vendendo mais pelas redes sociais.

“No início, a gente não achou que teria tantos clientes como temos agora. São clientes fixos e fiéis que sempre compram com a gente e nos dão preferência. Eu também não imaginei que eu iria conseguir ter todo esse engajamento. Não só no Instagram, mas também no Facebook. Todos os dias a gente cresce um pouquinho mais”, finaliza.

Siga o Castanhas Cuiabá no Instagram.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet