Olhar Conceito

Sábado, 13 de julho de 2024

Notícias | TV

na glamour

Bella Campos é estrela de capa de revista e fala sobre racismo: 'alisava o cabelo para ser aceita'

Foto: Reprodução

Bella Campos é estrela de capa de revista e fala sobre racismo: 'alisava o cabelo para ser aceita'
A atriz cuiabana Bella Campos estrelou a capa da revista Glamour de abril e, em entrevista, falou sobre a fama, racismo e liberdade. Bella Campos se tornou figura cativa nas telinhas e ganhou espaço no mundo da moda desde que interpretou a muda no remake de Pantanal, em 2022. Pelo papel, ela foi premiada com um troféu Melhores do Ano. 


Leia também 
Cuiabá ganha gastrobar com pratos e drinks inspirados na cultura de Amsterdam


Recentemente, Bella Campos usou seu Instagram para denunciar um episódio de racismo que sofreu em um restaurante no Rio de Janeiro, quando foi questionada por uma das clientes se era funcionária do local. Na entrevista à Glamour, a cuiabana explicou que se entendeu como mulher negra aos 18 anos, quando estava terminando o ensino médio. 

"Aos 10 anos, alisava o cabelo porque não tinha referência. Com 15, fiquei incomodada e passei pela transição, ainda em Cuiabá. Quando fui estudar em Santa Catarina, voltei a alisar os fios, que são cacheados, para não chamar a atenção. Eu já tinha sotaque, falava 'porrrrta', usava óculos de grau, era magricela... Foi a maneira que encontrei para conseguir me misturar. Só quando fiz 18 anos, já no último ano do Ensino Médio, que me entendi como mulher preta. Resolvi fazer a transição capilar. Entendi que tinha alisado para ser aceita, mesmo de maneira inconsciente. Passei também a estudar sobre racismo". 

A atriz também revelou que sofreu racismo em uma loja de roupas, onde estava experimentando peças com uma vendedora ao lado e foi questionada por uma mulher branca se trabalhava no estabelecimento. "Tenho noção de que não sou retinta, tenho a pele mais clara e o racismo se dá de forma diferente. Sei que o que eu passo não é um décimo do que as mulheres retintas sofrem. Mas, mesmo sendo uma figura pública, não estou isenta do racismo"

Bella Campos ainda falou sobre o atual momento de sua vida e liberdade. "Sou uma garota de 26 anos, livre, que trabalha pra caramba. Busco a independência cada vez mais em todos os sentidos. Sou orgulhosa da minha trajetória. Gosto de ir à roda de samba, de beber cerveja. Não tenho intenção de esconder nada da minha vida. Sou leal à minha verdade. Independentemente das escolhas que fiz, elas foram sinceras. Vamos ser felizes, não tem muito segredo". 
 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet