Olhar Direto

Domingo, 19 de setembro de 2021

Notícias | Economia

Gigante russa do gás anuncia novo aumento para Ucrânia

A empresa de gás russa Gazprom vai fornecer à Ucrânia gás ao preço do mercado europeu a partir de janeiro, anunciou o presidente do consórcio, Alexei Miller, numa entrevista a uma emissora de televisão.

"Devido ao fato de a Ucrânia ter recusado a proposta sobre condições vantajosas de fornecimento de gás em 2009, ao preço de US$ 250 por mil metros cúbicos, a Gazprom irá realizar fornecimentos ao preço europeu de US$ 418 a partir de janeiro", disse Miller.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, anunciou que o seu país baixou o preço do gás russo à Ucrânia para US$ 250 por mil metros cúbicos, mas Kiev se recusou a pagar esse preço.

"A Gazprom propôs à Ucrânia o preço vantajoso de US$ 250 por mil metros cúbicos de gás, mas os nossos parceiros ucranianos rejeitaram essa proposta", declarou Putin.

Impasse

Nos últimos anos, a Gazprom compra gás na Ásia Central de países como Turcomenistão, Uzbequistão e no Cazaquistão para fornecê-lo à Ucrânia.

"Este ano, as repúblicas da Ásia Central decidiram vender o seu gás aos preços mundiais e a Gazprom comprou-o a US$ 340 por mil metros cúbicos. O preço para a Ucrânia deveria ser de cerca de US$ 380, tendo em conta o custo do transporte do gás pela Rússia", afirmou Putin.

Nesta quinta-feira, o presidente da Ucrânia, Victor Yushchenko lembrou que a Ucrânia está disposta a pagar entre US$ 204 e US$ 210 por mil metros cúbicos de gás, enquanto que Moscou exige US$ 250 pela mesma quantidade de combustível russo.

Segundo Yushchenko, o preço proposto pelo seu país se baseia em um memorando assinado entre os governos russo e ucraniano.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet