Olhar Direto

Quinta-feira, 05 de agosto de 2021

Notícias | Esportes

Torcida protesta contra Luxemburgo no Palmeiras

O clima esquentou na reapresentação do grupo de jogadores do Palmeiras em 2009. Cerca de 200 integrantes da torcida organizada Mancha Alviverde protestaram nesta segunda-feira na porta da Academia de Futebol, na Barra Funda, zona oeste da capital paulista. Eles pediram a saída do técnico Vanderlei Luxemburgo e a permanência do atacante Kléber.

Para evitar maiores transtornos, a diretoria do Palmeiras reforçou a segurança em frente ao portão e ainda pediu reforço da Polícia Militar. Mesmo assim, os manifestantes fizeram muito barulho e espalharam faixas pelos muros do CT.

Com dezenas de rojões, os torcedores pediram a saída de Luxemburgo, que tem contrato até o final desta temporada. "Luxemburgo, vai tomar no... Você levou o meu Palmeiras para a Série B, não precisamos de você." Em novembro do ano passado, o técnico foi agredido por membros da organizada no embarque para o jogo contra o Flamengo, no Brasileirão.

Com relação a Kléber, o Palmeiras precisa pagar US$ 8 milhões para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, para ficar com o jogador. E a torcida avisou que os protestos vão continuar se o negócio não for fechado. "Chega de horror, o meu ataque só se for com o Gladiador", gritavam os membros da Mancha. A torcida ainda criticou nesta segunda a parceria entre Palmeiras e Traffic, dizendo que ela se tratava de um "tráfico".

O Palmeiras fica em São Paulo até a manhã desta terça-feira, quando viaja para a pré-temporada em Atibaia. O clube contratou seis reforços até o momento: os zagueiros Danilo e Maurício, os meias Cleiton Xavier, Marquinhos e Willians e o lateral-esquerdo Pablo Armero.
Sitevip Internet