Olhar Direto

Domingo, 09 de maio de 2021

Notícias | Cidades

Presidente da Sanecap aponta ganhos ambientais com as obras do PAC

A presidente da Sanecap, Eliana Rondon, observa que o esgotamento sanitário do Osmar Cabral contribuirá para a preservação do rio Coxipó, responsável por receber grande parte do esgoto do bairro. “O rio Coxipó representa vida para os cuiabanos, e a Prefeitura está preocupada em proteger nossos rios e córregos. Para isso, estamos trabalhando para a recuperação deles”.

Rondon sublinhou que as ações previstas pelo PAC – Programa de Aceleração do Crescimento “tendem a imprimir um novo formato de preservação ambiental na Baixada Cuiabana, pelas próximas décadas”.

Ela citou que o prefeito Wilson Santos há muito vem visualizando a necessidade de que a Capital mato-grossense seja uma referência exemplar protecionista dos mananciais abastecedores de um município. “Wilson está pensando agora e lá na frente, no futuro do Pantanal e na destinação correta de todo o esgoto coletado na Capital e que ainda é direcionado - em grande quantidade - à região pantaneira.
Os projetos em execução do PAC permitirão tratar esses esgotos, minimizando a carga poluidora nos rios Coxipó e Cuiabá”.

O morador da Rua 01, Pedro Ângelo Freitas (52 anos), residente há três anos no bairro, elogia a forma como a obra está sendo executada. “Uma das coisas que achei ótimo é que essa obra está sendo feita de ‘baixo pra cima’, ou seja: primeiro é a rede de esgoto, e depois a pavimentação. Um sistema diferente da maioria das obras em Cuiabá, que geralmente são inversas. Dessa forma, a prefeitura vai evitar quebrar o asfalto mais tarde”.

Osmar Cabral 

 O bairro foi criado em 1984 pelo projeto Loteamento Popular da Prosol e Cohab, o bairro faz divisa com o Fortaleza, região Sul de Cuiabá. O nome foi dado em homenagem ao ex-fotógrafo da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) Osmar José do Carmo Cabral, morto em um acidente aéreo quando retornava do município de Aripuanã, no início dfaqueleano.
Sitevip Internet