Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Notícias / Política MT

Independente de denúncias, PP mantém projeto de lutar por Blairo Maggi na disputa pela Presidência em 2018

Da Redação - Ronaldo Pacheco

06 Ago 2017 - 17:00

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Independente de denúncias, PP mantém projeto de lutar por Blairo Maggi na disputa pela Presidência em 2018
Os ataques sistemáticos não vão fazer o Partido Progressista parar de trabalhar a pré-candidatura do senador mato-grossense Blairo Maggi (PP) à Presidência da República.  A garantia partiu do presidente regional do PP, deputado federal Ezequiel Fonseca, ao colocar Maggi como o ministro mais respeitado do Brasil e como um dos que têm condições de levar o país à estabilidade política e desenvolvimento econômico.
 
“Hoje ele é o ministro da República melhor avaliado e é o mais respeitado do Brasil, fazendo um ótimo trabalho. Veja como resolveu a situação da crise provocada pela operação Carne Fraca. Ao invés de reclamar, resolveu o problema”, observou o dirigente partidário, ao apontar que pesquisas de opinião pública sobre tendência do eleitorado, para consumo interno, mostram Blairo Maggi em posição estratégica.
 
Leia Mais:
- ​De presidenciável a “delatado” por Silval, Maggi diz que ex-governador preso mentiu criminosamente

- Presidente nacional do PP articula candidatura de Blairo Maggi à Presidência da República

Para Fonseca, o histórico de ousado e trabalhador de Maggi é o que melhor se adapta às necessidades do Brasil atual. “Ele não para de trabalhar. São quase 24 horas trabalhando, diariamente. Maggi tem destaque em defesa do Brasil e da economia brasileira”, avaliou, lembrando que, em menos de um ano, o ministro conseguiu abrir novos mercados aos produtos do país, principalmente na Ásia e no Oriente Médio.

O fato de ser o presidenciável do PP, na avaliação de Ezequiel, coloca-o como alvo dos opositores. “É um político em ascensão. E é pragmático. Trabalha muito e não fica conversando fiado. Ele vai lá e faz; resolve o problema sem deixar para depois”, destacou.
 
“Tivemos várias reuniões no Diretório Nacional, onde o PP coloca o nome dele como presidenciável, para 2018. Os ataques são para derrotar um homem que trabalha e que luta. Vejam o exemplo de reportagem mal feita, apontando que um avião com drogas saiu de sua fazenda. Ainda bem que a verdade veio à tona e não teve avião nenhum”, citou o presidente do Partido Progressista de Mato Grosso.
 
E a inclusão do nome de Blairo Maggi em denúncias sem provas seriam justamente a desestimulá-lo, em manter-se na vida pública. “É um absurdo e uma falta de respeito ao cidadão que trabalha e que luta! Mas nós pedimos para ele continuar trabalhando, porque é grande homem público, respeitado nacionalmente, com possibilidade real de chegar à Presidência da República”, sintetizou.
 
Ezequiel Fonseca disse que o PP espera novos ataques, inclusive apócrifos, contra o ministro da Agricultura e Pecuária. “Só não é atacado quem faz nada”, complementou ele.
 
O PP possui dos ministros de Estado, no governo do presidente Michel Temer (PMDB). Além de Maggi, também se encontra na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, o deputado paranaense Ricardo Barros (PP), atual  ministro da Saúde.

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Davi
    07 Ago 2017 às 11:20

    Se o Bolsonaro não for eleito estamos perdidos, pois a liderança do PMDB, PT, PP e PSDB estão todas comprometidas.

  • Davi
    07 Ago 2017 às 11:20

    Se o Bolsonaro não for eleito estamos perdidos, pois a liderança do PMDB, PT, PP e PSDB estão todas comprometidas.

  • Davi
    07 Ago 2017 às 11:20

    Se o Bolsonaro não for eleito estamos perdidos, pois a liderança do PMDB, PT, PP e PSDB estão todas comprometidas.

  • Whuarlen
    07 Ago 2017 às 10:11

    Pretensioso... kkkkk É por isso que o país não anda. Existem muitos jumentos que não sabem votar!

  • marta
    07 Ago 2017 às 07:45

    Se depender do meu voto, nem para presidente de bairro. Golpista e defensor de presidente ladrão, jamais. Que decepção.

  • joao
    07 Ago 2017 às 06:44

    Deputado pára com isto, o ministro é banana que deu cacho. Vai ter que contentar com candidatura a deputado federal para não perder o foro. Assim mesmo, tenho dúvida se eleger.

  • Zézao
    06 Ago 2017 às 21:10

    O Brasil pede Bolsonaro Presidente

  • GALDENCIO
    06 Ago 2017 às 20:51

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Maurício Vasconcelos de Brito
    06 Ago 2017 às 20:11

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Zé Galera
    06 Ago 2017 às 18:02

    Votei no Blairo duas vezes para governador e uma pra senador. Infelizmente a afinidade dele com o Silval está lhe prejudicando. Mas creio que se ele sair votarei novamente nele, e no Jayme Campos que também já votei para governador e senado e claro, em você novamente para a Câmara dos Deputados, Ezequiel, pois tu até o momento não tem nenhuma mácula!

Sitevip Internet