Olhar Direto

Quinta-feira, 25 de abril de 2019

Notícias / Cidades

Aeroporto de Cuiabá tem crescimento e supera a marca de 3 milhões de passageiros em 2018

Da Redação - Thaís Fávaro

08 Fev 2019 - 16:02

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Aeroporto de Cuiabá tem crescimento e supera a marca de 3 milhões de passageiros em 2018
O Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), registrou 3,03 milhões de passageiros no ano de 2018, uma alta de 5% em relação à 2017, quando foi registrado 2,9 milhões de viajantes. O aeroporto é o mais movimentado do Estado e alcançou nota 4,5 no índice de satisfação geral dos passageiros, atingindo a meta do Governo Federal que é de 4,0. 

Leia mais
Empresas europeias e dos Estados Unidos ‘brigam’ para arrematar aeroportos de MT em leilão

Os dados foram divulgados pelo Ministério da Infraestrutura (antigo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil).

O terminal cuiabano é um importante instrumento de desenvolvimento do estado, tanto como porta de entrada para o turismo, quanto para transporte de empresários dos mais diversos segmentos; funcionando também como ferramenta de integração nacional, distribuindo o fluxo de passageiros para os grandes centros do país.

O superintendente interino do Aeroporto Internacional de Cuiabá, Laelson do Nascimento, ressalta que infraestrutura e os serviços do aeródromo estão prontos para atender toda a demanda, com alto nível de segurança e conforto aos passageiros. “A expectativa é de que em 2019 a movimentação continue crescendo, uma vez que o agronegócio em Mato Grosso aumenta a cada dia, bem como o turismo na região do Pantanal”, conta.

Localizado estrategicamente na região metropolitana de Cuiabá, o Aeroporto Marechal Rondon é a principal porta de entrada para o Pantanal Mato-grossense e para o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, que abriga as cachoeiras e cascatas mais belas do estado.

O terminal tem capacidade para atender 5,6 milhões de usuários ao ano, e opera voos das companhias aéreas Avianca, Azul, Gol, Latam e Asta, que ligam a cidade a destinos como Brasília (DF); Goiânia (GO); Rio de Janeiro (RJ); Vilhena, Jí-Parana e Porto Velho (RO); Belém (PA); Rondonópolis, Tangará da Serra, Juína, Juara, Sorriso e Alta Floresta (MT); Guarulhos, Congonhas, Campinas e São José do Rio Preto (SP), além de conexões. A movimentação média diária de aeronaves em 2018 foi de 46 voos comerciais regulares entre pousos e decolagens.
 

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • João Marcos
    11 Fev 2019 às 10:52

    O Marechal Rondon melhorou, mas precisa aumentar o tamanho da pista, melhorar o setor de embarque e desembarque e ampliar as instalações para ser de fato internacional.. Absurdo, que só acontece em Cuiabá e VG mesmo, são aquelas empresas dentro do espaço do aeroporto na lateral da pista (restaurante, boate, viveiro de plantas, tinha até pesque-pague). O interesse de toda uma região não pode estar abaixo de duas ou três empresas que mal funcionam e estão praticamente invadindo a área do aeroporto.

  • joel
    11 Fev 2019 às 10:35

    só faltou a nossa cidade de sinop

  • Interiorano
    08 Fev 2019 às 22:04

    Internacional só no nome.

  • Elaine Oliveira da Silva
    08 Fev 2019 às 16:09

    2018?????? Atenção aos detalhes ??

Sitevip Internet