Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de maio de 2019

Notícias / Cidades

Casal é assassinado a tiros na frente dos quatro filhos enquanto mãe amamentava

Da Redação - Vinicius Mendes

20 Mar 2019 - 08:27

Foto: Portal Sorriso

Casal é assassinado a tiros na frente dos quatro filhos enquanto mãe amamentava
Um jovem de 22 anos, identificado como Jonathan Henrique, e uma mulher de 26, identificada como Jéssica Quintino, foram mortos na madrugada desta quarta-feira (20) em uma residência no município de Sorriso (a 397 km de Cuiabá). Os dois foram assassinados a tiros na frente de quatro crianças, filhas do casal. As vítimas não tinham passagem pela polícia.
 
Leia mais:
População lincha homem suspeito de ter estuprado e matado jovem de 20 anos
 
O crime teria ocorrido por volta das 2h desta quarta-feira (20), no bairro São Mateus, em Sorriso. A Polícia Militar verificou que havia sinais de arrombamento na porta. As vítimas foram encontradas no quarto.
 
Os dois teriam sido assassinados na frente dos quatro filhos, sendo duas gêmeas de nove meses, uma criança de quatro anos e uma de oito. Jéssica estaria amamentando uma das bebês no momento em que foi baleada. Já Jonathan teria sido morto com cerca de cinco tiros.
 
O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer o resgate, mas encontrou as vítimas já sem vida. Nenhuma criança ficou ferida. A PM fez o isolamento do local e acionou a Polícia Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para fazer as apurações. Os militares ainda verificaram que o casal não possuía passagens pela polícia.

Com informações do Portal Sorriso.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • MAURICIO FERRAZ
    20 Mar 2019 às 19:05

    Pena para acabar com a impunidade: prisão sem direito à progressão até os 80 anos trabalhando até os 65anos dentro da penitenciária, sem importar a idade à época do crime.

  • Zeca
    20 Mar 2019 às 12:58

    Leo, não queira generalizar! Algum problema o casal tinha com o matador!

  • Leo
    20 Mar 2019 às 10:15

    A humanidade esta caminhando para se sua auto destruição. So Jesus! Misericórdia.

  • Dora Aventureira
    20 Mar 2019 às 09:17

    quatro filhoooos e nenhuma estrutura familiar ou financeira. Agora quem vai passar o aperto são os avós ou avó... sei la! Tadinha dessas crianças!

Sitevip Internet