Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Cidades

Presa por suspeita de matar filha de dois meses é agredida por detentas

Da Redação - Fabiana Mendes

03 Abr 2019 - 09:40

Foto: Messias Filho / Agora MT

Presa por suspeita de matar filha de dois meses é agredida por detentas
Presa sob a suspeita de matar a filha de dois meses, Bianca de Sousa Almeida, 31 anos, teve que receber atendimento médico depois que foi agredida por colegas de cela da Cadeia Pública de Rondonópolis (a 216 quilômetros de Cuiabá), na noite desta terça-feira (02). O marido dela, Anderson dos Santos Melo, 27 anos, também está preso, desde o último dia 29, data da morte da criança em decorrência de traumatismo craniano. 

Leia mais:
Justiça decreta prisão de pais de bebê de dois meses morta por traumatismo craniano

A criança deu entrada às 04h30, da última sexta-feira (29), com sinais de maus tratos e morreu por volta das 5h10. A médica plantonista confirmou que a bebê de dois meses de vida já chegou com os sinais vitais fracos, sendo constatado presença de hematoma na cabeça de  V.S.M.

A mãe relatou que tinha saído durante a noite para comprar bebida e deixado a menina sob os cuidados do pai. Ela contou que durante a madrugada, após ministrar algumas doses de dipirona, a filha começou a passar mal e passou a balançá-la e dar alguns tapas no rosto da filha para acordá-la, mas percebeu a gravidade do estado da criança e a encaminhou a unidade hospitalar, onde morreu.

O pai contou que a criança caiu da cama e bateu a cabeça. Tanto ele quanto a mãe são usuários de drogas e em janeiro deste ano, quando a menina nasceu, o hospital maternidade de Rondonópolis encaminhou ofício ao Conselho Tutelar, informando que a mãe usuária de drogas havia dado à luz a criança e necessitava de acompanhamento para recuperação da dependência química. Mas tão logo, a mulher foi encaminhada para tratamento, o Conselho Tutelar perdeu contato, até que tomou conhecimento da morte nesta sexta-feira. (Com Agora MT)

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet