Olhar Direto

Notícias / Cidades

Após ameaça de atentado, pais se assustam e impedem ida de filhos a colégio

Da Redação - Wesley Santiago

15 Abr 2019 - 12:00

Foto: Reprodução/Google

Após ameaça de atentado, pais se assustam e impedem ida de filhos a colégio
Os pais de alunos do Colégio Coração de Jesus ficaram assustados com uma suposta ameaça de um atentado, que ocorreria nesta segunda-feira (15), na unidade escolar. Nos vídeos e fotos, um adolescente de 15 anos aparece com o que aparenta ser uma arma de fogo e com diversos equipamentos. O pai do menino já se retratou e afirmou que tudo não passou de uma “brincadeira de mau gosto”. Por conta do fato, muitos decidiram por não levar os filhos para a aula.

Leia mais:
Adolescente ameaça cometer atentado em colégio de Cuiabá; pai diz que foi “brincadeira de mau gosto”
 
Diversos pais decidiram não deixar os seus filhos irem para a escola nesta segunda-feira (15), por conta do fato. Uma viatura da Polícia Militar ficou de prontidão na frente do colégio e investigadores da Polícia Civil também foram ao local, segundo o que apurou a reportagem.
 
Alguns pais resolveram ir também até a escola para tentar entender o que estava acontecendo. Em grupos de WhatsApp, formado por familiares de alunos, alguns desabafaram: “É um absurdo a gente ter que não levar nossos filhos para a escola, para protegê-los, sendo que seria um local de proteção para eles”.
 
Ainda conforme o apurado pela reportagem, as provas que estavam marcadas para esta segunda-feira acabaram adiadas pela direção. O adolescente de 15 anos teria sido convidado a se retirar do colégio.
 
O Olhar Direto tentou contato com a direção do Colégio Coração de Jesus, mas até a publicação desta matéria não houve resposta.
 
Um áudio, atribuído a uma assistente social do colégio, reafirma que houve uma reunião com os pais do adolescente e que ele não deve continuar na escola. Os professores do Coração de Jesus também foram orientados a trabalhar isto com as crianças em sala de aula.
 
O caso

Um adolescente de 15 anos divulgou vídeos na internet onde supostamente ameaçava cometer um atentado em um colégio particular de Cuiabá. Nos vídeos e fotos, o garoto aparece com o que aparenta ser uma arma de fogo e com diversos equipamentos. Familiares de alunos ficaram desesperados com a situação e começaram a compartilhar as imagens como forma de aviso. O pai do menino já se retratou e afirmou que tudo não passou de uma “brincadeira de mau gosto”. A Polícia Civil deve ouvir o menor ainda nesta segunda-feira (15).

Nas imagens, o adolescente aparece ostentando o que seriam armas de fogo e também vestindo uma roupa tática. Em seu perfil, ele se apresenta como colecionador de facas e jogador de paintball amador.



 
Após ver a repercussão do caso, o pai do garoto postou um vídeo na internet, onde pontua que tudo não passou de uma brincadeira de mau gosto e que as armas seriam de paintball. “Também fiquei preocupado com estas postagens, mas quero tranquilizá-los. Trata-se de um menino muito bom. Ele errou, já chamamos a atenção dele”.
 
“Ele resolveu fazer uma brincadeira de mau gosto. Ele vai se retratar com todos vocês. É uma pessoa de bem, foi criado às duras lutas que temos todos os dias para pagar uma escola para ele. Fiquem tranquilos. Isto é apenas uma brincadeira de mau gosto, extremo mau gosto”, acrescentou.
 
No fim do vídeo, o aluno da escola se retrata sobre o caso. “Todas as postagens que fiz, eram relacionadas ao paintball, sou jogador. Não quis ofender ninguém ou fazer uma ameaça de massacre na escola. Queria pedir desculpas”.
 

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Antonio
    16 Abr 2019 às 11:54

    Se o Pai desse garoto não tomar cuidado com a criação do mesmo e ficar achando que é "brincadeira de mal gosto", vai se decepcionar muito. Talvez esse seja o grande problema de nós Pais, querer resolver tudo para os filhos e não dar limites.

  • Patrícia
    15 Abr 2019 às 21:25

    Me desculpe aos pais!! Mais esse garoto merece uma punição mais severa. Uma semana de cadeia, isso mesmo, ser preso. Para cair na realidade, e ver que essa "brincadeira" custa muito para os alunos e pais do colégio CCJ. Pois pode haver abalo psicológico devido ao massacre em Suzano. Com tragédia não se brinca.

  • Ateu com fé
    15 Abr 2019 às 15:09

    Uai. Cadê a fé?

  • Cuiabano do Cristo Rei
    15 Abr 2019 às 15:07

    Aplicar um corretivo nesse adolescente, sábado de aleluia está próximo!

  • Jose Nilson
    15 Abr 2019 às 14:43

    Expulsao ao aluno é medida que se impõe, para dar exemplo aos demais alunos e pais de alunos.

  • Dona Aurora
    15 Abr 2019 às 14:07

    pouca vergonha!!! prisão perpetua já!!!!

  • jackeline
    15 Abr 2019 às 13:42

    Infelizmente estamos sujeitos a essa situação, como pais de alunos do CCJ queremos um parecer técnico e investigativo da nossa polícia de inteligencia para sabermos a real sobre esse caso, se tinha algo veridico ou se foi uma mera brincadeira. Para isso precisamos que seja divulgado um parecer técnico, não somente para a família CCJ, mais para toda a sociedade em geral.

  • Joana
    15 Abr 2019 às 12:52

    E estamos até agora esperando um comunicado formal da escola... Nos dizendo o que aconteceu, quais providências foram tomadas...Afff triste hein CCJ

Sitevip Internet