Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de maio de 2019

Notícias / Cidades

Família de adolescente que ameaçou atentado no colégio Coração de Jesus deixa Cuiabá

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Fabiana Mendes

17 Abr 2019 - 09:25

Foto: Reprodução/Google

Família de adolescente que ameaçou atentado no colégio Coração de Jesus deixa Cuiabá
A família do adolescente de 15 anos, que ameaçou cometer um atentado no Colégio Coração de Jesus, na região Central de Cuiabá, deixou a cidade por conta da repercussão do caso. A informação foi confirmada pela delegada Anaíde Barros, da Delegacia Especializada do Adolescente (DEA), que investiga o caso. O menor, o pai e a mãe já foram ouvidos e todos podem ser responsabilizados.

Leia mais:
Polícia cumpre mandado contra adolescente que ameaçou cometer atentado em colégio de Cuiabá
 
“Ficamos sabendo que a família deixou a cidade, por questões de segurança. Compreendemos que em alguns casos os pais nem tem conhecimento. Isso aconteceu por conta da grande repercussão que houve”, disse a delegada Anaíde Barros, após o cumprimento de mandados de busca e apreensão na casa do menor.
 
A delegada ainda pontuou que a arma utilizada pelo adolescente no vídeo, que seria de airsoft, foi apresentada pelo pai durante depoimento na delegacia. Na manhã desta quarta-feira (17), a polícia cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do menor e recolheu celulares, computadores, Ipads e tablets.
 
"O mandado foi cumprido em continuidade das investigações. É uma resposta enérgica do Estado para punir os responsáveis por fazer estas ameaças", disse a delegada à reportagem.
 
O objeto da ordem deferida pelo Juizado da Infância e Juventude, pelo juiz Jorge Alexandre Martins Ferreira, com anuência da Promotoria da Infância e Juventude, promotor Rogério Bravin, é apreender armas ou produtos eletrônicos que aparecem nas imagens de ameaça, análogas a atos infracionais, praticados pelo menor, que circularam em redes sociais.

Inquérito

O adolescente de 15 anos, que divulgou vídeos na internet onde supostamente ameaçava cometer um atentado no Colégio Coração de Jesus, em Cuiabá, será responsabilizado criminalmente pela ameaça. Segundo a Polícia Civil, um inquérito já foi aberto e os responsáveis deverão arcar com os custos gerados pela mobilização das forças de segurança. O menor, o pai e a mãe foram ouvidos na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

Um procedimento foi instaurado na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA), para apurar o ato infracional cometido pelo adolescente, análogo ao crime de ameaça. 

“A população, ao tomar conhecimento desses tipos de fatos, precisa procurar antes de tudo à Polícia. Todas as denúncias estão sendo checadas e monitoradas pela Polícia Civil, através da Delegacia do Adolescente, junto com a Diretoria de Inteligência, com objetivo de evitar atos trágicos”, destacou a delegada titular da DEA, Anaíde Barros.
 
Em nota, a Polícia Civil afirmou que adotará medidas enérgicas em casos de ameaças em redes sociais a escolas no Estado de Mato Grosso. Todo infrator ou infratores e seus pais serão responsabilizados criminalmente pelas disseminações das promessas de ataques nas unidades de ensino, em qualquer município do Estado.
 
Também haverá cobrança de valores financeiros dos prejuízos gerados pela mobilização das forças de segurança, para apuração de fatos até então, todos averiguados como inverídicos, tratados pelos envolvidos como “brincadeira de mau gosto”. No entanto, na Segurança Pública são vistos com atos de ameaças e de apologia ao crime, passíveis de responsabilização criminal.

O caso

Um adolescente de 15 anos divulgou vídeos na internet onde supostamente ameaçava cometer um atentado em um colégio particular de Cuiabá. Nos vídeos e fotos, o garoto aparece com o que aparenta ser uma arma de fogo e com diversos equipamentos. Familiares de alunos ficaram desesperados com a situação e começaram a compartilhar as imagens como forma de aviso. O pai do menino já se retratou e afirmou que tudo não passou de uma “brincadeira de mau gosto”. A Polícia Civil deve ouvir o menor ainda nesta segunda-feira (15).

Nas imagens, o adolescente aparece ostentando o que seriam armas de fogo e também vestindo uma roupa tática. Em seu perfil, ele se apresenta como colecionador de facas e jogador de paintball amador.



 
Após ver a repercussão do caso, o pai do garoto postou um vídeo na internet, onde pontua que tudo não passou de uma brincadeira de mau gosto e que as armas seriam de paintball. “Também fiquei preocupado com estas postagens, mas quero tranquilizá-los. Trata-se de um menino muito bom. Ele errou, já chamamos a atenção dele”.
 
“Ele resolveu fazer uma brincadeira de mau gosto. Ele vai se retratar com todos vocês. É uma pessoa de bem, foi criado às duras lutas que temos todos os dias para pagar uma escola para ele. Fiquem tranquilos. Isto é apenas uma brincadeira de mau gosto, extremo mau gosto”, acrescentou.
 
No fim do vídeo, o aluno da escola se retrata sobre o caso. “Todas as postagens que fiz, eram relacionadas ao paintball, sou jogador. Não quis ofender ninguém ou fazer uma ameaça de massacre na escola. Queria pedir desculpas”.

29 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cidao
    19 Abr 2019 às 09:37

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Pandora
    18 Abr 2019 às 11:27

    Hoje em dia a grande maioria minimiza a violência até que ela chegue em suas famílias. Muitos pais de jovens que foram matadores nas escolas também minimizaram - isso é triste, a banalização da violência. É tudo brincadeira...e para os que perderam seus filhos em ataques as escolas? É brincadeira isso também? Não podemos subestimar os sentimentos e ações de ninguém. Até o pai no vídeo de "desculpas" banalizou a ação do filho e a ação dele mesmo ao incentivar jogos com armas de seu filho. Que sociedade é essa que estamos criando? Sem limites aos jovens. Sem empatia - não nos atinge banalizamos. Precisamos discutir mais a questão da violência, seja ela qual for.

  • Josefa Paula Pontes
    18 Abr 2019 às 07:29

    esse Areal, até parece que Bolsonaro tem alguma coisa a ver com armas, por acaso ele foi na casa desse inconsequente dar a ele arma nas mãos? Bolsonaro entrega arma nas favelas? bandidagem existe há anos, nada a ver com Bolsonaro há 4 meses no mandato, esse comentário sem nexo, só pode ser coisa de petista!

  • Ana
    18 Abr 2019 às 00:17

    O preço que o país pagam ao dar o melhor ao filho.

  • Falomesmo
    17 Abr 2019 às 23:07

    Assim tá certo os pais têm deixar trabalhar e cuidar dos seus filhos assim passaram fome invés de um filho adolescente com brincadeira de mal gosto vai ter um filho ladrao vai roubar para comer, acho ridículo culpa os pais acho ridículo ler tanta asneiras e mãos ridículo ainda e dar ibope para uma brincadeira de adolescente que até mesmo o pai já falou isso é adolescente quem nunca já fez asneiras ou já falo o povo que não muda

  • Vinicius Tenuta
    17 Abr 2019 às 19:04

    Se os pais tivessem disciplinado não teria acontecido. Os pais sempre são os responsáveis.

  • Júlio
    17 Abr 2019 às 16:14

    Mimimi demais nesse caso onde o adolescente só queria chamar a atenção. Deus me livre desses julgadores de plantão do Facebook e Instagram...

  • Fagundes
    17 Abr 2019 às 14:27

    AREAL, vc precisa urgentemente de tratamento psiquiátrico...

  • Edmilson Sanches
    17 Abr 2019 às 14:12

    Essa escola é particular?

  • Russo
    17 Abr 2019 às 13:50

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet