Olhar Direto

Segunda-feira, 22 de julho de 2019

Notícias / Cidades

Mulher se recusa a pagar R$ 50 de combustível, arrasta frentista e quase atropela clientes no Choppão

Da Redação - Fabiana Mendes

25 Abr 2019 - 11:27

Foto: Reprodução

Mulher se recusa a pagar R$ 50 de combustível, arrasta frentista e quase atropela clientes no Choppão
Uma mulher identificada como Juliana do Nascimento Tavares, de 38 anos, foi presa pela Polícia Militar, na madrugada desta quinta-feira (25), após se recusar a pagar o valor de R$ 50 de combustível abastecido em um Nissan Kicks, no bairro Popular, em Cuiabá. Na ocasião, ela ainda arrastou o frentista, de 24 anos, e quase atropelou clientes e funcionários do Restaurante Choppão. A suspeita apresentava sinais de embriaguez, mas recusou o teste do bafômetro. 

Leia mais:
Músico aposentado da UFMT é preso por suspeita de estuprar garotas de 12 anos

De acordo com boletim de ocorrência, por volta das 5 horas, Juliana teria parado em um posto de combustivéis na Avenida Estevão de Mendonça, no Bairro Popular.  Ela pediu para o frentista abastecer R$ 50, mas quando teria que fazer o pagamento, ela acelerou o carro e lesionou o funcionário do posto. A vítima caiu no chão e ainda teve o uniforme rasgado.
 
Na sequência, a mulher teria perdido o controle do Nissan Kicks e se chocado contra as mesas do Choppão. Por pouco, os clientes e funcionários não foram atingidos. A mulher tentou fugir, mas acabou detida por testemunhas. 
 
A PM esteve no local e constatou que a motorista estava em visível estado de embriaguez. O Batalhão de Trânsito foi acionado para submeter a mulher ao teste do bafômetro, mas ela se recusou.
 
A ocorrência descreve que Juliana apresentava “sonolência, olhos avermelhados, desordem nas vestes e hálito alcoólico”. Diante da situação, os policiais emitiram o auto de constatação de sinais de alteração da capacidade psicomotora.
 
A mulher foi encaminhada à Central de Flagrantes para registro da ocorrência.
 

18 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Thanos
    26 Abr 2019 às 15:19

    Eu tava no cinema essa hora

  • DESEMPREGADO
    26 Abr 2019 às 10:10

    MUITA GENTE COMPRA FIADO E NÃO PAGA SOME, MAS IR NO POSTO ABASTECER E QUERER SAIR NA VIOLÊNCIA SEM PAGAR ,EITA A CULTURA TEM QUE MUDAR MUITO !

  • Teves neves
    26 Abr 2019 às 09:04

    Cuiabano...sera???....eu não vivo aqui eu nasci aqui..sou Cuiabano amo minha terra...Respeito os que também vieram e que moraram aqui..já andei muito por esse Brasil...mas é aqui que nasci e quero morrer....o meu tipo é de Amor e Respeito a Cuiabá.nosso Mato Grosso...VC não sei se é daqui ..se é não tem amor nem respeito a Cuiabá e aos Cuiabanos...não quero aqui perder meu tempo discutindo com VC que esta errado....repense suas palavras seus comentários ....aquele que guarda sua boca e sua lingua..guarda sua alma de grandes apertos.....

  • rosany
    26 Abr 2019 às 08:49

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Juracy Ady
    26 Abr 2019 às 01:27

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Maria Eugênia
    25 Abr 2019 às 23:30

    As pessoas estão cada vez mais folgadas! E dona Josi, existem muitas pessoas ricas e bem sucedidas em Cuiabá que são honestas e merecedoras dos luxos que desfrutam. Pobreza não é sinônimo de honestidade, assim como riqueza não é sinônimo de desonestidade. Paz e bem!

  • Velho chico
    25 Abr 2019 às 17:27

    Não sou cuiabano, mas odeio gente que fala mal deste povo acolhedor. Por que esses ingratos não voltam para de onde não deveriam ter saído? Será que lá irão morrer de fome?

  • Thos
    25 Abr 2019 às 15:41

    Parabéns, Olhar Direto. Único site que teve a decência e o compromisso com a completa informação ao divulgar o nome da delinquente.

  • Mateus Passos
    25 Abr 2019 às 15:28

    O que o Choppão tem com isto para ser citado na matéria?

  • Xavier
    25 Abr 2019 às 14:12

    A Lei tem que ser respeitada. Doa a quem doer.

Sitevip Internet