Olhar Direto

Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Notícias / Política MT

Vereador é acusado de tentar invadir casa do prefeito e denuncia roubo de celular; veja vídeo

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

09 Mai 2019 - 11:20

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Vereador é acusado de tentar invadir casa do prefeito e denuncia roubo de celular;   veja vídeo
O vereador Abilio Junior (PSC) foi acusado de supostamente "espionar" a residência do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá, e tentar invadir o local. Abilio filmava a residência e transmitia as imagens ao vivo no Facebook. A versão do parlamentar é totalmente oposta. Ele sustenta que estava fiscalizando o local e teve o celular tomado por um funcionário de Emanuel. 

Leia também
Ex-deputados terão que ressarcir Assembleia por custos gerados pelo atraso na entrega de veículos


Dois boletins de ocorrência foram registrados. O motorista da primeira-dama, Márcia Pinheiro, acusa Abilio de tentar invadir a casa do prefeito. Já o vereador acusa o motorista de ter "furtado" seu aparelho celular. Abilio transmitiu dois vídeos ao vivo sobre o assunto. Confira no final da matéria. 

Em uma das transmissões, de dentro da viatura policial, o parlamentar explicou que foi fiscalizar uma obra que estava sendo executada, segundo ele, sem alvará, ou seja, de forma irregular, na casa do chefe do Executivo.

No boletim de ocorrência lavrado pelo motorista da primeira-dama, o funcionário afirma que que surpreendeu-se com o vereador filmando a residência do prefeito na manhã de hoje. Ele então teria advertido o parlamentar para que parasse com o vídeo. Segundo o relato, o vereador não aceitou e teve início uma discussão entre os dois.

Ainda conforme o motorista, o Abilio teria o xingado e insistiu dizendo que pode entrar na residência a qualquer momento. Para evitar uma confusão, o denunciante diz que tomou o celular de Abílio e saiu do local. Além disto, ressalta que sua intenção não seria pegar o aparelho, mas impedir que ele continuasse na propriedade privada.
 
Ainda no boletim de ocorrência, o motorista afirma que o celular do parlamentar foi devolvido assim que a equipe da Polícia Militar chegou ao local.
 
Abilio afirmou em seu boletim de ocorrência que estava fazendo a filmagem de uma obra irregular na casa do prefeito quando teve seu celular furtado. O vereador começou a rastrear o celular e notou o deslocamento que foi finalizado em uma delegacia de polícia na Prainha.

Abilio acionou a Polícia Militar e foi, de viatura, até a delegacia, onde fez o registro da ocorrência com sua versão dos fatos. Em um primeiro momento, Olhar Direto noticiou que o vereador havia sido conduzido à delegacia por policiais. Ele, na realidade, foi de carona com policiais até o local para denuciar o furto de seu paraleho celular.  







* Atualizada e corrigida.

52 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Chagas Neto
    10 Mai 2019 às 08:05

    Sou Chagas, integrante do comitê especial de obras particulares demarcadas por fronteiras terrestres, o que houve foi uma denuncia que enviamos ao parlamentar para que fosse atendida uma exigência nossa, para cobrar essa divida inclusive foi feito um rastreamento com Drones na região onde detectamos a ausência da documentação, e o excesso de sombrancelha no local, o pedido foi para que fosse confiscado o paletó secreto, a manta jedai infinita no recinto, uma pena que o nobre vereador não obteve sucesso. Mas vale a dica, estamos de olho, Abilio, estamos com você, não que eu concorde com seus métodos obtusos, mas sem duvida está cumprindo seu papel de fazer um grande barulho, gosto do seu estilo. Saiba que nossa associação está com você. Forte Abraço, Doutor Chagas Neto (Phd em Neurociência e necromancia acadêmica literária)

  • Cesinha
    10 Mai 2019 às 07:29

    Tá provado pelo vídeo quem está falando a verdade!!!! Estamos na ditadura? Não pode mais filmar da rua? Aonde está a invasão Prefeito? Não pode fiscalizar sua obra? Não é atribuição do vereador? Tem que pedir autorização do Coronel da ordem pública também para fazer Self na rua? E essa truculência desse cidadão? Não é roubo? Tu fala de mais prefeito, está inaugurando até obra privada, chama o povo e a Impresa para mostrar e inaugurar sua obra kkkk

  • GADO
    10 Mai 2019 às 04:42

    tá certo, esse vereador não tem q fiscalizar, pq prefeito pode mesmo realizar obra sem emitir alvará e pagar as taxas, a prefeitura tem q fazer mais blitz pra tirar veículos atrasado dos trabalhadores pra poder arrecadar mais. o bolso do prefeito tá vazio...

  • Ronaldo
    10 Mai 2019 às 00:45

    Isso aí vereador, se é na casa de um cidadão normal os fiscais da prefeitura caem matando com multas e notificações. O monocelha tem que cumprir a lei, ou acha que nós esquecemos o dinheiro no Paletó?

  • Luaninha - Dr fabio
    09 Mai 2019 às 23:27

    Credo que baixaria. Parece minha vizinha florisbene que repara até quando eu coloco lixo na rua.

  • Sidney Rodrigues Faria
    09 Mai 2019 às 21:20

    Que o Prefeito se tornou o conhecido como o homem do paletó isso é certo, agora esse vereador é maluco, realmente já passou dos limites om suas atitudes patéticas.

  • Raimundo
    09 Mai 2019 às 20:24

    Cara isso foi roubo, a polícia tem que indiciar por roubo, caso contrário poderá prevaricar!

  • Teves neves
    09 Mai 2019 às 19:36

    Tá certo ele..o povo não pode fazer obras sem alvára o prefeito pode.é sim dever dos vereadores fiscalizar órgãos públicos..e tudo mas..no caso que vi no vídeo que não mente ele estava na rua....o povo gosta é desses de páleto ....e quem defende é da mesma láia...

  • MARIA TAQUARA
    09 Mai 2019 às 17:35

    o vereador ABILIO não me convence desde que tentou explicar de forma evasiva a condição da MADRASTA dele como FUNCIONARIA FANTASMA do Victorio Galli... Lembram que ela deveria trabalhar na Assembléia Legislativa e estava de Assembléia de Deus, no grande templo trabalhando na rádio. Pega na maior cara de pau e tentando mentir, daí o Abílio tentou emendar a mentira dela.

  • Luciano
    09 Mai 2019 às 17:08

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet