Olhar Direto

Sábado, 19 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

Ulysses chama Xuxu de demagogo e deputado rebate: "não nomeei meu pai em cargo público"; vídeo

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

12 Set 2019 - 14:40

Foto: Assembleia Legislativa

Ulysses chama Xuxu de demagogo e deputado rebate:
Os deputados estaduais Ulysses Moraes (DC) e Xuxu Dal Molin (PSC) bateram boca, trocaram ofensas e acusações durante discussão sobre o projeto de adequação do MT PAR de autoria do Governo do Estado, que prevê ampliação do número de membros do Conselho de Administração e Fiscal, assim como a Diretoria Executiva.

Leia também
Secretário critica projeto que revoga Teto de Gastos e garante que texto será reprovado na AL


A discussão aconteceu após uma emenda de Ulysses, que proibia mais cargos na empresa ser reprovada, com o apoio de Xuxu Dal Molin, a quem o democrata Cristão chamou de hipócrita, por segundo ele, ter um forte discurso contra a redução de gastos, mas votar a favor de novas contratações.

“Muito me impressiona o deputado Xuxu falar o que disse, uma vez que ele sobe a esta tribuna, defende a redução de gastos, faz banner defendendo a redução de imposto, faz toda aquela parafernália no discurso. Mas na prática, quando tem a oportunidade de impedir que o governador nomeie novos cargos, que aumente cargo em sociedade de economia mista, o deputado não se manifesta e vota com a base. Vossa Excelência para utilizar este microfone tinha que parar de ser demagogo”, disse Moraes, abrindo a discussão.

Em resposta, Dal Molin pediu para o colega ‘abaixar a bola’ e insinuou que ele nomeou o pai em cargo público e que usa passagens da Assembleia Legislativa para ir a encontros políticos do Movimento Brasil Livre (MBL). Ele também justificou que não apoiou a criação de novos cargos e que apenas votou a favor de o governador Mauro Mendes (DEM) tenha a autorização para fazer o planejamento.

“Eu não nomeei meu pai em cargo público nenhum, então abaixa sua bola por gentileza. Não tenho cabide de emprego aqui, já liberei o Governo com todos meus cargos. Estou aqui como cidadão, não me apego a grupinho nenhum, a movimento nenhum, não uso passagem desta casa para ir em reunião política, para movimento, então só me respeite. Eu viajo, não peguei diária desta casa e estou trazendo resultado. O que estou falando é que estamos autorizando o Governo. É para ajudar a desenvolver. Agora não desenvolve o Estado com cabide de emprego”, rebateu.

Em sua tréplica, Ulysses frisou que seu pai não ocupa nenhum cargo público atualmente e questionou se Xuxu leu o projeto antes de votar e atacá-lo durante a sessão.

"Meu pai não ocupa nenhuma função pública hoje. Meu pai é muito maior que eu, já ocupou secretarias em diversos estados, teve vários cargos públicos e se por ventura foi nomeado em qualquer cargo, não teve influência alguma ou qualquer tipo de indicação. Vossa Excelência leu o projeto? Sabe do que trata o projeto? Ou veio aqui sem ler o projeto? Se vossa Excelência nem ao menos leu o projeto de lei, como vossa excelência vota?”, indagou.

 

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Thomas Morus
    13 Set 2019 às 09:02

    Cara Maria Auxiliadora, SIM o Advogado e professor Naime é conceituado profissional, um dos fundadores do Instituto Mato-Grossense de Direito do Trabalho Imdt, isso em 1996, foi presidente e vice presidente por vinte anos do Instituto Brasileiro de Direito de família em Mato Grossso – IBDFAMMT, tendo em sua diretoria juízas e membros do Ministério Público, foi professor Universitário por 20 anos da UNIC, tendo saído o ano passado, exerceu funções públicas de secretário adjunto no município de Cuiabá (Secretaria de Trabalho), secretário adjunto do Estado (Secretaria de fazenda) foi diretor Administrativo do DETRAN, foi diretor Administrativo da MTGás, dentre outros. Portanto, o pai do deputado tem méritos próprios, tem currículo, tem bagagem e principalmente nome limpo e honrado, do contrário já teriam denunciado, não depende do filho deputado. Se formou na UMFT, perdeu o pai muito jovem, teve que estudar e trabalhar para ajudar no sustento da mãe e da irmã caçula. Na inciativa privada, advogou para Sindicatos, grupos empresariais, e atualmente trabalha em seu escritório (sede própria), atendendo as demandas cíveis. A mãe do deputado é médica, formada em universidade pública (Uberlândia-MG), com mestrado e doutorado, professora concursada da UFMT, hoje aposentada, lecionando na UN

  • Zumbi
    13 Set 2019 às 08:49

    Maria Auxiliadora, esse surfou na ondinha Bolsonaro...chegou onde chegou por conta disso ...é mais um hipócrita moralista que vamos ter que conviver

  • Ângelo
    12 Set 2019 às 23:34

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Maria Auxiliadora
    12 Set 2019 às 18:17

    “Meu pai ocupou varios cargos cargos, já ocupou secretarias em diversos ESTADOS”? Foi isso mesmo, confere produção??? Garoto deslumbrado que fez campanha prometendo acabar com a VERBA INDENIZATÓRIA, comece por você, dando exemplo pros coleguinhas , abra mao da VI.

  • Marcos
    12 Set 2019 às 17:38

    Esse xuxu não tem preparo... Não consegue debater com esse Ulysses fraco KKK dois fracos

  • Marcos
    12 Set 2019 às 17:35

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Marcelo
    12 Set 2019 às 17:34

    Todos iguais. No final descobriu-se que a nova política é igualzinha a velha

  • juca
    12 Set 2019 às 15:15

    aaaa sim, kibom. To nem ai. tudo igual.

  • Gabriela Duarte
    12 Set 2019 às 15:12

    Como elegeram esses despreparados?

Sitevip Internet