Olhar Direto

Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Notícias / Cidades

Grupo denuncia suposta fraude em recrutamento para fiscal de concurso em Cuiabá

Da Redação - Fabiana Mendes

17 Set 2019 - 08:20

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Grupo denuncia suposta fraude em recrutamento para fiscal de concurso em Cuiabá
Um grupo de aproximadamente 30 pessoas teria sido vítima de uma suposta fraude em um link que alegava recrutar fiscais para o concurso público da Secretaria Municipal de Educação (SMS) da Prefeitura de Cuiabá. A prova foi aplicada na manhã de domingo (15), e várias pessoas que foram para trabalhar ficaram sabendo que não estavam com o nome na lista. O Instituto Selecon é o responsável pela organização. 

Leia mais:
Mais de 46 mil farão concurso da Educação no próximo domingo

Rafael Rosa, de 33 anos, contou ao Olhar Direto que foi compartilhado através de grupos de WhatsApp um link que direcionava as pessoas que teriam interesse em trabalhar de fiscais durante aplicação da prova do concurso. “Algumas pessoas questionam se de fato aquilo era verdadeiro”, relata.

“Este link dava acesso a uma página do Google Docs. Nesta página a pessoa inseria seus dados pessoais, nome, CPF, e enviada. Ao enviar, tinha a confirmação de sua inscrição”, acrescenta. “Diante de todas as informações que até então são verídicas e batem com o que eles informam, eu as demais pessoas foram para a Unic. Ao chegar lá, muito cedo inclusive, eles foram fazendo a chamada das listas para as pessoas se dirigirem ao seu local de trabalho”, diz.

No entanto, cerca de 30 pessoas não estavam com o nome da lista. “Essas pessoas foram direcionadas pelos representantes da Unic e da Selecon a permanecer ali. Mesmo sem o nome na lista, eles iriam realocar essas pessoas. As pessoas foram para a Unic na certeza que estavam escritas e que trabalhariam. Ninguém foi no intuito de suprir vaga de ninguém”, afirma.
 
O formulário estava com uma foto da Secretaria Municipal de Educação e saiu do ar na manhã de domingo. Um boletim de ocorrência chegou a ser registrado na Polícia Civil, que deverá apurar o caso. 

O diretor de Concursos e Processos Seletivos do Instituto Selecon, Marcus São Thiago, informou que a aplicação dos exames ocorreu sem grandes problemas. Segundo ele, o grupo registrou uma ocorrência porque se inscreveu para atuar como fiscal do concurso em um link fake (falso), sem nenhuma relação com o Selecon, que recebeu via internet.

No domingo, a secretária de Gestão de Cuiabá, Ozenira Felix acompanhou a realização das provas. Para ela, o concurso não teve problemas. “A expectativa da gestão é de que encerrado todo o processo, possamos dar início à convocação dos aprovados, no começo do ano que vem, para que possam já participar das primeiras formações”, destacou. 

O certame vai preencher 2.002 vagas de forma imediata, além de formar cadastro de reserva. Os cargos de níveis médio, médio técnico e superior têm remunerações que vão de R$ 1.198,96 a R$ 3.567,59 mensais. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gabi
    25 Set 2019 às 09:13

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Dida
    17 Set 2019 às 08:50

    Link de Whatsapp?? Acreditar nisso é como acreditar que Bolsonaro vai acabar com a mamata hahahahaha só rindo mesmo

Sitevip Internet