Olhar Direto

Quinta-feira, 02 de abril de 2020

Notícias / Cidades

Morre jovem que acordou após ter morte cerebral decretada

Da Redação - Fabiana Mendes

18 Fev 2020 - 15:16

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Morre jovem que acordou após ter morte cerebral decretada
A jovem Karina Souto, 29 anos, morreu na manhã desta terça-feira (18), no Hospital Municipal de Barra do Garça (a 520 quilômetros de Cuiabá). Ela estava internada há 18 dias após levar três tiros do ex-namorado, Baltazar Augusto Menezes, 58 anos, que não aceitava o fim do relacionamento. A empresária chegou a acordar dois dias após ter morte cerebral decretada. O caso chegou a repercutir na imprensa nacional.

Leia mais:
Jovem baleada na cabeça pelo ex-namorado acorda dois dias após ter 'morte cerebral' decretada

O obíto foi confirmado por um profissional do Hospital Municipal. No entanto, ele não repassou mais detalhes. A tentativa de feminicídio seguida de suicídio ocorreu no sábado (1º), no bairro Santa Mônica, em Nova Xavantina (a 660 km de Cuiabá). Segundo testemunhas, por volta de 12h45, um grupo de amigos conversava nos fundos de uma residência, quando Baltazar Augusto chegou e iniciou uma discussão com a ex-namorada.

Baltazar não aceitava o fim da relação de aproximadamente quatro anos e queria retomar o namoro. Ela não aceitou o pedido e devolveu um colar a Baltazar. Quando foi guardar o objeto no carro, o homem pegou uma arma e deu três tiros na vítima. Na sequência, deu um tiro na própria cabeça e morreu no local. 

Karina foi socorrida encaminhada para Barra do Garças em estado grave. No dia seguinte, teve a morte cerebral constatada e dois dias depois, reagiu. Uma enfermeira havia recebido a ordem médica para desligar os aparelhos, mas a jovem acordou segundos antes.

"Ela [enfermeira] ficou um tempo de pé, meditando, porque ela era nova, tinha uma vida pela frente, sabia da preocupação, e cantou um hino na mente", relatou o pai da vítima, José Rocha Cardoso, 56 anos, ao Olhar Direto.

Apesar de ter acordado, o seu estado de saúde ainda inspirava cuidados. A irmã, Débora Souto, inclusive promoveu uma Vakinha Virtual para arrecadar dinheiro para sua recuperação. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento.

19 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Angelo
    20 Fev 2020 às 10:47

    Ares, de cristãos como você o inferno está cheio ! Aprenda a escrever primeiro pra depois criticar ...

  • Ares
    19 Fev 2020 às 13:49

    Agora percebi que o sujeito tem problemas mentais mesmo não pode chamar um PM de herói ele só faltar ir lá e derrubar o prédio do site de notícias crítica ofende desmoraliza a fé a crença a religião das pessoas mais idolatra bandido fica por aí gritando pra presidiário ser solto muito contraditório um sujeito desse quem não teme não adora a Deus só pode adorar o satanás DEUS NOS LIVRE GUARDE E PROTEJA DE PESSOAS ASSIM um sujeito pra ter tal atitudes não é normal

  • Bruna
    19 Fev 2020 às 10:16

    Isso que da namorar homens mais velhos seja por causa do dinheiro ou não, fim dos tempos, que isso sirva de lição a nós mulheres.

  • Eita
    19 Fev 2020 às 09:17

    Credo o assassino era mais velho que o pai dela. Não entendo. Que Deus console a família.

  • Angelo
    18 Fev 2020 às 22:40

    E a crentalhada há uns dias atrás dizendo aqui que deus é isso e deus é aquilo, e milagre, milagre e blá blá blá ... e agora, ignorantes? O deus de vcs falhou?

  • Ares
    18 Fev 2020 às 20:24

    Esse povo que zomba com a fé a crença de outros podem ter certeza que são esquerdistas comunistas contrários à religião ao respeito e adpetos da balbúrdia da promiscuidade e outros adjetivos degradantes

  • Mixtense
    18 Fev 2020 às 19:31

    Pra Deus nada é impossível. O seu poder manifestou naquele momento e operou um verdadeiro milagre, mas a vontade de Deus é indiscutível. Força a família desta mais uma vítima de feminicidio.

  • Alguém
    18 Fev 2020 às 18:00

    Antônio, primeiramente país é com S. Não foi feito eutanásia alguma, se vc n sabe o que é uma eutanásia é melhor não dar palpite. Ela teve morte cerebral e é quando o cérebro definitivamente "morre" e dá falência nos órgãos e foi isso que aconteceu!

  • Crente Honesto
    18 Fev 2020 às 17:23

    Aquela igreja que “ressuscitou” a menina podia dar força de novo. Sqn. Meus sentimentos a família.

  • Winchester 44
    18 Fev 2020 às 17:05

    Meu amigo ANTONIO, isso não é eutanásia, em nosso país não existe mesmo isso. A ordem do médico foi mediante à constatação da morte ( Parada cardiorrespiratória ), mas como voltou os sinais vitais ele suspendeu ( Entende-se ). Mas o nosso amigo Bainho no comentário dele está certo, quem tem morte cerebral não tem chance de voltar a viver, é como um corpo sem a cabeça ( Exemplo ).

Sitevip Internet