Olhar Direto

Quarta-feira, 03 de junho de 2020

Notícias / Cidades

Homem é preso por espancar esposa e ameaçá-la de morte

Da Redação – Fabiana Mendes

31 Mar 2020 - 10:50

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Homem é preso por espancar esposa e ameaçá-la de morte
Um homem de 37 anos foi preso por espancar e ameaçar de morte a esposa, no bairro Jardim Oriente, no município de Barra do Bugres (a 168 quilômetros de Cuiabá). A Polícia Civil autuou em flagrante o suspeito pela prática de lesão corporal e ameaças no âmbito da Lei Maria da Penha. 

Leia mais:
Esposa flagra marido estuprando adolescente e encoraja vítima a denunciar

De acordo com o delegado de Barra do Bugres, Renato Resende do Nascimento, o fato ocorreu na madrugada de domingo (29), quando o suspeito embriagado chegou em sua residência e começou a discutir com a esposa de 24 anos.

“Em seguida o marido passou a arranhar e desferir murros pelo corpo da mulher, além de ameaçá-la de morte. As agressões físicas e verbais se prolongaram por toda madrugada, e somente no início da manhã quando o suspeito saiu da residência, a vítima procurou a Polícia Civil para comunicar os fatos”, contou o delegado.

Imediatamente, os policiais civis passaram a procurar o suspeito, que foi preso em flagrante pelo crime. Ele foi conduzido para Delegacia de Polícia, ouvido e autuado por lesão corporal na circunstância de crime de violência doméstica e familiar contra a mulher.

Após a confecção dos autos, o preso foi levado para Cadeia Pública local, sendo colocado à disposição da Justiça.

“A Lei nº 11.340/2006, conhecida nacionalmente como Lei Maria da Penha, criou mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Nessa linha, o artigo 5º da referida lei diz que configura violência doméstica e familiar contra a mulher qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial, e quem causar um desses danos à mulher está passivo de sofrer várias sanções legais dentre elas a prisão”, destacou Renato Resende. 

Ainda conforme o delegado, mesmo enfrentando um momento de calamidade pública, em decorrência da Covid-19, “nossa equipe de policiais civis de Barra do Bugres está pronta para bem e fielmente atender à sociedade, notadamente em crimes graves, como os dessa natureza”, frisou.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet