Olhar Direto

Terça-feira, 24 de novembro de 2020

Notícias / Cidades

Prefeitura fecha rede de lojas de construção e denuncia seis casos suspeitos de COVID-19 na equipe

Da Redação - Isabela Mercuri

06 Abr 2020 - 15:23

Foto: Reprodução

Prefeitura fecha rede de lojas de construção e denuncia seis casos suspeitos de COVID-19 na equipe
A rede de lojas de construção ‘Comapa’, de Rondonópolis (219km de Cuiabá) foi fechada nesta segunda-feira (6) pela Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis. De acordo com a Prefeitura, há seis casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19) entre os funcionários e familiares donos da empresa.

Leia também:
Zé do Pátio renova decreto e autoriza reabertura de todo o comércio em Rondonópolis

As lojas foram fechadas por fiscais da Vigilância Sanitária do Município, com apoio da Polícia Civil. Segundo a notificação da autoridade médica, os seis pacientes com suspeita de Covid-19 apresentam sintomas clínicos e exames de imagens compatíveis com a doença.

Após o fechamento, foram coletados materiais dos pacientes suspeitos, e encaminhados para reste. A saúde do município aguarda os resultados. Ficou determinado pela Prefeitura que as lojas da rede permaneçam fechadas por 14 dias, período da quarentena.

A Vigilância também notificou a rede para que entregue a lista com os nomes de todos os funcionários para que estes cumpram a medida de isolamento por 14 dias, bem como os seus familiares.

A Secretaria de Saúde esclarece que a medida é estritamente necessária como precaução de não transmissão do Covid-19 a outros funcionários da empresa e à população.

Quase todo o comércio na cidade de Rondonópolis foi liberado para funcionar no último dia 31 de março, depois de o prefeito Zé do Pátio ter que acionar a Polícia para denunciar as ameaças que vinha sofrendo para derrubar o Decreto 4.922, que definiu medidas restritivas de combate ao coronavírus na cidade. Pelo decreto governamental, quase todas as lojas também estão autorizadas a funcionar, desde que seguindo as formas de prevenção à doença.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet