Olhar Direto

Notícias / Cidades

Caso de coronavírus registrado como de Chapada é de morador de rua tratado no Adauto Botelho

Da Redação - Isabela Mercuri

07 Abr 2020 - 09:09

Caso de coronavírus registrado como de Chapada é de morador de rua tratado no Adauto Botelho
O caso inicialmente atribuído a Chapada dos Guimarães, no boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES) do último sábado (4), e depois desmentido pela própria SES, é de uma pessoa em situação de rua que foi internada no Hospital Adauto Botelho para tratamento contra dependência química. A informação foi passada pela prefeita de Chapada, Thelma de Oliveira, via áudio nas redes sociais.

Leia também:
Ministério vai reduzir isolamento em estados com 50% de leitos disponíveis
 
“De fato, este paciente é conhecido por nós. É uma pessoa em situação de rua e a nossa equipe de assistência social o abordou e o encaminhou para tratamento pelo SUS no dia 11 de março, tratamento de dependência química no Adauto Botelho, em Cuiabá”, disse.
 
Segundo Thelma, a confusão se deu porque a carteirinha do Sistema Único de Saúde do homem foi feita em Chapada, com endereço daquela cidade. No entanto, como ele esta em tratamento em Cuiabá, é considerado um caso da capital.
 
“Sabemos que ele esteve perambulando aqui por várias vezes, vários dias em Chapada, e daí foi que deu toda essa confusão. Mesmo com este caso tendo sido descartado, vamos continuar fazendo a nossa lição de casa. Cuidando da higiene, usando máscara ao sair de casa, higienizando as mãos e mantendo a casa e o quintal limpos”, completou.
 
No boletim do Estado da última segunda-feira (6), Chapada dos Guimarães apareceu mais uma vez, com um caso de um paciente de São Paulo (SP)  que foi notificado pela Secretaria Municipal de Saúde de Chapada.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.