Olhar Direto

Notícias / Política MT

Advogado Rodrigo Cyrineu recusa convite para assumir presidência do Indea

Da Redação - Érika Oliveira

04 Jun 2020 - 18:26

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Advogado Rodrigo Cyrineu recusa convite para assumir presidência do Indea
Coordenador juridico da campanha vitoriosa de Mauro Mendes (DEM) e Otaviano Pivetta (PDT) ao Governo do Estado, o advogado Rodrigo Cyrineu recusou convite da dupla que comanda o Paiaguás para integrar o staff governista. Cyrineu foi convidado para assumir o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT), em substituição a Luiz Fernando da Silva Flamínio, que ficou menos de dois meses no cargo e saiu em meio à polêmicas.
 
Leia mais:
Em meio a polêmica, presidente do Indea alega motivos pessoais e pede para sair do Governo
 
“Eu me senti muito honrado pelo convite, pela confiança, agradeço ao governador e ao Pivetta, mas já comuniquei o vice-governador da minha decisão. Se fosse em outro momento, talvez minha posição fosse outra. Mas, minha especialidade é direito eleitoral, estamos próximos das eleições, é um ano de muito trabalho no meu escritório. Escolhi continuar no privado”, disse Cyrineu, ao Olhar Direto.
 
“Além do mais, em meio à tudo isso que está acontecendo no Indea, eu acredito que seja interessante que um servidor da própria autarquia esteja no comendo. Alguem que entenda do funcionamento do órgão e possa dar um upgrade, uma organização, uma repaginada”, acrescentou o advogado.
 
O ex-secretário de Patrimônio da Assembleia Legislativa, que estava há menos de dois meses como presidente do Indea-MT, Luiz Fernando da Silva Flamínio, deixou o cargo no dia 27 de maio. Oficialmente, a assessoria do órgão disse que a exoneração seguia motivação pessoal. Nos batidores, porém, a crise com a Aprosoja e, mais recentemente, um suposto vídeo íntimo gravado em seu gabinete teriam sido o estopim para que ele deixasse o posto.
 
Luiz Flamínio havia substituído Tadeu Mocelin na presidência do Indea. Mocelin, por sua vez, também deixou o cargo em meio à polêmicas, após protagonizar desentendimentos com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda (DEM).
 
 
 
 

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Fernando
    05 Jun 2020 às 11:31

    Se não aceitou o convite, para que divulgar? E além de menosprezar ainda expôs o governo declarando que acha que deveria colocar um servidor de carreira a frente do órgão, colocando assim o Governador em posição desconfortável em sua prerrogativa de escolha. Esse rapaz é muito midiático.

  • INDEANO
    05 Jun 2020 às 11:22

    ESTE BENEDITO QUE DIZ QUE O INDEA ESTA ULTRAPASSADO DEVE UM DAQUELES QUE NÃO CUMPRE A LEI E FOI ATUADO PELO INDEA. OS NUMEROS MOSTRAM QUE SOMOS UM ORGÃO DE EXCELÊNCIA HÁ PONTO DE INCOMODAR OS DESCUMPRIDORES DAS LEIS...

  • Reginaldo
    05 Jun 2020 às 05:45

    Está menos complicado agora, com essas 2 Situações recentes, quem entregar deve exigir carta branca para gerir tecnicamente sem interferência política pensamento somente no sucesso do INDEA, tirar esse rótulo punitivo e aumentar o grau de orientação.

  • Juquinha
    04 Jun 2020 às 20:12

    Melhor escolha que ele fez.

  • Eu
    04 Jun 2020 às 19:56

    Cidadão f... na autarquia, e a APROSOJA leva fama. Mereço...

  • Benedito costa
    04 Jun 2020 às 19:54

    Na verdade esse órgão INDEA já está com sua estrutura ultrapassada. Precisa sim ser extinta e seus funcionários serem distribuídos para outros órgãos.

Sitevip Internet