Olhar Direto

Segunda-feira, 03 de agosto de 2020

Notícias / Política MT

Secretaria do Tesouro Nacional aprova empréstimo de R$ 550 milhões para MT

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

05 Jun 2020 - 15:46

Foto: Secom-MT

Secretaria do Tesouro Nacional aprova empréstimo de R$ 550 milhões para MT
A Secretaria do Tesouro Nacional (STN) aprovou as garantias apresentadas pelo Governo do Estado para contrair empréstimo junto à Caixa Econômica Federal (CEF) no valor de até R$ 550 milhões para a construção de pontes e aquisição de equipamentos rodoviários, materiais e insumos destinados à execução de obras em Mato Grosso.

Leia mais
Deputados aprovam empréstimo de R$ 550 mi para construção de pontes de concreto em MT


Com a aprovação, o pedido de empréstimo segue para análise e autorização da Caixa Econômica, para posterior elaboração da minuta do contrato. A previsão é que o contrato de empréstimo seja assinado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) ainda neste mês.

O empréstimo será realizado na linha de crédito do programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), com juros de até 5,7% ao ano e prazo de amortização de 96 meses, com carência de 24 meses.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, os investimentos serão importantes para o avanço do desenvolvimento do Estado, já que serão $ 550 milhões injetados na economia via investimentos em infraestrutura.  As obras contemplarão todas as regiões de Mato Grosso e, por consequência, beneficiarão todos os mato-grossenses.

“A STN deferiu o processo Finisa e agora a Caixa Econômica envia para o voto de alçada. Esse será um investimento fundamental que iremos fazer não apenas na melhoria da infraestrutura, mas na economia de Mato Grosso. Quando executadas, as obras vão gerar mais ISS para os municípios, gerará o ICMS para Mato Grosso e haverá a movimentação dos recursos dentro do Estado, com a geração de empregos e aquecimento do comércio das regiões”, disse o secretário.

Com parte dos recursos oriundos do empréstimo, a Sinfra prevê a construção de 57 pontes de concreto em diversas rodovias estruturantes do Estado, como as MTs 100, 110, 130, 140 e 220, por exemplo. Além disso, o recurso do empréstimo será destinado para aquisição de máquinas e equipamentos, como moto niveladora, pá carregadeira, escavadeiras hidráulicas e pranchas para a manutenção de rodovias não-pavimentadas.

Também serão adquiridos bueiros metálicos, aduelas de concreto e 750 conjuntos de vigas metálicas e lajes de forma pré-moldadas. O conjunto de materiais e insumos atenderá à demanda dos municípios por obras de arte especiais, tanto nas rodovias estaduais, quanto em rodovias municipais.

“As pontes de madeira são obstáculos ao desenvolvimento do Estado. Com a construção das pontes de concreto para substituir essas pontes de madeira, além da manutenção das rodovias não-pavimentadas, com a aquisição e disponibilização dos equipamentos, Mato Grosso vai conseguir avançar. Vamos melhorar a logística e vida do cidadão que precisa circular pelas estradas do Estado”, garantiu.

O empréstimo foi aprovado com 21 votos pela Assembleia Legislativa no início do mês de abril. Na ocasião, somente o deputado estadual Ulysses Moraes (PSC) se absteve de votar na matéria.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Walter Rodrigues de Souza
    06 Jun 2020 às 14:09

    Só digo uma coisa depois que esse governo entregar o mandato em 2023 este estado será o pior estado para se viver, vamos pagar tanto impostos altíssimos para pagar tanto empréstimo que o mesmo está contraindo

  • josé de souza
    06 Jun 2020 às 07:06

    GOVERNADORMAURO MENDES, NÃO SE LÁ DA NOSSA QUERIDA DOM AQUINO-MT, A RODOVIA QUE LIGA PENSÃO SECA A DOM AQUINO,E DOM AQUIONO A POXOREU,TEM CINQUENTA ANOS QUE ESTA DO MESMO JEITO, VAI ATÉ ALTO GARÇA, E TERMINAR O PSF NA VILA ITUBERABA, PORQUE DEPUTADO MAX ESQUECEU AQUELE MUNICIPIO QUE FOI O MAIS BEM VOTADO, ELE SÓ PENSA NA MESA DIRETORA AL DE DE MT, VAMOS DEPUTADO FAZER ALGUMA PARA AQUELE MUNICIPIO, NOSSA QUERIDA DOM AQUINO.

  • Crítico
    05 Jun 2020 às 23:48

    Pra que tanto dinheiro? Vai receber bilhões do GOVERNO FEDERAL? Isso não é GANÂNCIA? Quebrar o estado? Isso não cheira bem. Há algo extranho

  • joaoderondonopolis
    05 Jun 2020 às 20:26

    MT não sabe o que fazer com tanto dinheiro, ainda vai fazer empréstimo? pra que? coitado do próximo governador que tomará posse em 01/01/2023.

  • jorge kurassaki
    05 Jun 2020 às 18:15

    NÃO PRECISARIA DE EMPRESTIMOS,SE O SR GUEDES E O NOSSO DIGNÍSSIMO PRESIDENTE CUMPRIR A PALAVRA PAGAR O NOSSO MERECIDO FEX POIS FAZ UMA DÉCADA QUE MT CARREGA ESSE PIBINHO BRASILEIRO NAS COSTAS,NOSSO AGRO SÓ FALTA PAGAR O QUE NOS DEVE NÃO É MEO SENADORES DE MT???

  • WALDOMIRO
    05 Jun 2020 às 17:15

    Governador agora com emprestimo espero que o senhor cumpra com sua promessa de campanha e concluía os 14 Km da MT 100 de Torixoréu ao Pontal do Araguaia. Em 2019, o Governador tornou a prometer que até novembro de 2020 ele concluiria esses 14 km e infelizmente até hoje 05/06/2020, nem a licitação ele lançou. Governador não minta para a nossa gente que acreditou no seu discurso...

Sitevip Internet