Olhar Direto

Quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Notícias / Ciência & Saúde

Várzea Grande inicia tratamento precoce com medicamentos para pacientes com Covid-19

Da Redação - Vinicius Mendes

21 Jun 2020 - 16:50

Foto: Reprodução

Várzea Grande inicia tratamento precoce com medicamentos para pacientes com Covid-19
Seguindo protocolo do infectologista chefe em Várzea Grande, Dr. Francisco Kennedy Scofoni Faleiros de Azevedo e da Organização Mundial de Saúde (OMS), bem como do próprio Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde começa a oferecer a partir desta segunda-feira (22), para pacientes atendidos na Rede Pública Municipal e devidamente acompanhados de laudo e receita médica específica, medicamentos considerados como tratamento precoce para casos da Covid-19 ou Coronavirus.

Leia mais:
Com suspensão do atendimento, novos agendamentos no Detran não serão realizados

Segundo o secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, caberá ao profissional médico decidir qual o medicamento que será ofertado a cada um dos pacientes, pois se o mesmo tem uma comorbidade como hipertensão arterial, diabetes, problemas de coração ou qualquer outra enfermidade é necessário que se saiba qual o melhor medicamento a ser oferecido, por isso a automedicação pode ser mais nociva do que o tratamento, por desconhecimento do quadro geral de cada paciente.

“Toda a Rede Pública Municipal de Várzea Grande está apta para o primeiro atendimento aos pacientes, sendo que se ficar constatada a necessidade e a prescrição médica, o paciente pode se deslocar para uma das cinco policlínicas de Várzea Grande, localizadas nos Bairros, Jardim Glória, Marajoara, Parque do Lago, 24 de Dezembro e Cristo Rei ou para o Centro de Especialidade em Saúde (CES), antigo Postão para receber o medicamento que conforme portaria assinada por nós, deverá ser feita por paciente, atendido na rede pública municipal e munido de exames e de receituário médico e com a dose específica, para se evitar o consumo desenfreado de remédios”, disse o secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes.

O titular da pasta da Saúde Pública de Várzea Grande sinalizou que já tem correndo processo licitatório para aquisição de medicamentos sendo que neste primeiro momento estão sendo ofertados remédios que fazem parte do estoque do Centro de Atendimento e Distribuição de Insumos e Medicamentos (CADIM), que anualmente realiza quatro processos licitatórios para suprir as necessidades da rede de medicamentos e insumos para a área de saúde pública de Várzea Grande.

“Volto a frisar que estamos, por ordem da prefeita Lucimar Sacre de Campos, todos voltados para encontrar soluções para fazer frente a pandemia da Covid-19, mas que a população não pode, não deve, sob pena de piorar seu quadro de saúde pública, sair se automedicando, descontroladamente e sem regras e acompanhamento médico como determinam os principais organismos de saúde mundial”, disse Diógenes Marcondes ponderando que a principal arma da população é fazer o isolamento social para os que podem, trabalhando em casa (Home Office) e para aqueles que não podem adotar os meios e maneiras corretas de segurança como, distância de 1,5 metros entre as pessoas, uso constante de máscaras, luvas quando necessário e higienização rigorosa e também constante.

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Várzea Grande, o vereador e médico Miguel Angel, sinalizou que a pandemia tem deixado as pessoas angustiadas, o que muitas vezes acaba levando os mesmos a procurarem soluções sem saber a realidade dos fatos.

“Neste momento é importante se confiar nos profissionais médicos e no empenho e determinação do Poder Público de Várzea Grande que está buscando soluções para fazer o enfrentamento a pandemia e combater a Covid-19, mas de forma racional e sem criar novos problemas, pois medidas pensadas e planejadas vão surtir mais efeito do que aquelas tomadas sem nenhuma racionalidade”, disse o presidente da Comissão de Saúde.

Kit Covid-19

De acordo com o deputado Eduardo Botelho, o Estado de Mato Grosso também deve iniciar o tratamento precoce com remédios. Ele se reuniu com o governador Mauro Mendes neste sábado (20) e discutiram sobre a Covid-19. Na ocasião o deputado apresentou a sugestão do "kit  Covid-19" e disse que o governador Mauro Mendes já determinou que a Secretaria de Estado de Saúde providencie os remédios.

"Dei uma sugestão ao governador, ele acatou, já determinou ao secretário que procure meios de comprar o kit, para encaminhar para as prefeituras, como a azitromicina, ivermectina, prednisona e outros que são necessários para atender os municípios. Então ele mandou que o secretário entre em contato com os laboratórios, para fornecer isso às prefeituras, para que o médico que atende tenha como não mandar os pacientes para Cuiabá, já dá o medicamento. Eu acho que isso é um grande avanço, vai ajudar e muito no combate ao coronavírus".

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • luis carlos
    01 Jul 2020 às 17:04

    dentre essas receitas milagrosas...os mais indicados seriam azitromicina.....dexametasona ...e aciclovir....pois teriam algo logico....

  • GIORDANO MOCHEL NETTO
    22 Jun 2020 às 13:12

    A presidência insistiu na pior droga, a cloroquina. Por isso não tem mérito nenhum. O que tem salvado mesmo é a ivermectiva. Procurem Dra. Lucy Kerr, catedrática da USP, professora e médica renomada. Ela explica tudo, inclusive com testes clínicos, não apenas in vitro. Procurem tb Dr. Fernando Suassuna.

  • HARALD DE ALMEIDA ICASSATI
    22 Jun 2020 às 09:33

    Boa ! Sou a favor , pelo menos alguém teve uma iniciativa decente ! Parabéns pela decisão ! É que Deus abençoe a todos !

  • Ataides
    22 Jun 2020 às 08:48

    Parabens secretarios deputados prefeito e governador assim estao pensando e faser a coisa serta tratar antes evita u t i. Mas fassa logo que Deus os ajude com esta ideia maravilhosa

  • Antônio
    22 Jun 2020 às 07:55

    Caraca velho leia com atenção a bula do antiviral ACICLOVIR, não tem contra indicação nenhuma a não ser para mulheres grávidas e acaba com o vírus imediatamente basta tomar um comprimido a cada 5 horas, eu e meus conhecidos que tivemos o Civid19 e começamos a tomar imediatamente assim que os sintomas apareceram em poucas horas já estávamos curados, Agora desprezam um ANTIVIRAL para dar mais crédito a um vermicida. Povo ignorante.

  • Fernando
    22 Jun 2020 às 06:36

    Por que não ofereceu antes ?

  • Matogrossense
    21 Jun 2020 às 21:51

    Irresponsaveis! Vão todos parar na cadeia!! Que médico vai prescrever kit para atender interreses politicos????? Não acredito que o mais renomado infectologista do estado Dr Abdon concorda com isso! Que o CRM proteja a classe, porque vai virar caso de policia e ataques a classe se não fazer receita e sair distribuindo nas esquinas

  • Carlos Augusto Daré
    21 Jun 2020 às 21:43

    Francisco Kennedy, é o médico mais humano que conheço. Ele é um infectologista especial. Deus abençoe sua vida.

  • Emerson
    21 Jun 2020 às 21:26

    Fica a pergunta por que não começaram antes ?

  • Ana
    21 Jun 2020 às 21:25

    Atenção nas farmácias de bairro... será que não tem remédio sendo vendido por debaixo dos panos, com preço superfaturado e sem NF?

Sitevip Internet