Olhar Direto

Segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Familiares de presos poderão ir à PCE fazer entrega de cobertores na próxima semana

Da Redação - Vinicius Mendes

04 Jul 2020 - 15:00

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Familiares de presos poderão ir à PCE fazer entrega de cobertores na próxima semana
A defensora pública Sílvia Maria Ferreira, coordenadora do Núcleo Criminal de Cuiabá,  informou que famílias de preso detidos na Penitenciária Central do Estado (PCE) poderão levar cobertores finos e agasalhos, ambos de cor clara, para os reeducandos da unidade a partir de segunda-feira (6). Cada raio da penitenciária receberá os cobertores em dias diferentes. No local 600 presos estão isolados após terem contato com detentos infectados com Covid-19. As famílias não poderão ver os presos.

Leia mais:
Após alerta de juiz, Governo faz envio de medicamentos e profissionais à PCE
 
A coordenadora do Núcleo Criminal explicou que para evitar aglomerações, o diretor da PCE, Agno Ramos, estabeleceu um calendário no qual definiu o dia, de acordo com o local onde o preso está, para que parentes possam levar os materiais. Na segunda-feira (6) poderão receber agasalhos e cobertores os presos dos raios 1 e 2; na quarta-feira (8) os do raio 3 e 4 e na quinta-feira (9), os presos do shelter, raio 5 e do módulo.

“O período do inverno está chegando e se os presos não receberem esses materiais ficarão lá dentro sem ter como se proteger do frio. A comunicação com os familiares está suspensa por meio de visitas desde que medidas restritivas foram estabelecidas por causa do coronavírus, diante disso, precisamos de todo apoio para repassar essa informação e ajudar na divulgação”, informa a defensora.

Ela afirmou que tanto as famílias como os presos estão fragilizados diante da situação do Covid e da privação do contato físico, e que receber autorização para a entrega desses materiais garante uma espécie de conforto. 

“Os presos sentem muita falta desse contato pessoal com as famílias, que antes era semanal, e agora está suspenso. E essa medida traz um pouco de conforto porque imagine, as pessoas lá dentro, passando frio, com a situação do Covid, com medo. Mesmo que a família não os veja, só de saber que poderá levar algum tipo de ajuda, já é uma oportunidade de acalmar esse sentimento de insegurança”, avalia Sílvia.

O horário para entrega dos agasalhos é das 8h às 11h e das 13h às 16h. A defensora lembra que o atendimento do Núcleo Criminal e do Núcleo de Execução Penal (NEP) na PCE continua, com a média de 50 a 60 atuações por semana.

Isolados

O Governo de Mato Grosso respondeu com envio de profissionais da saúde, medicamentos e equipamentos de proteção individual ao alerta feito pelo juiz da Vara de Execuções Penais de Cuiabá, José Geraldo Fidélis Neto, sobre a possibilidade da existência de casos de Covid-19 na Penitenciária Central do Estado (PCE), localizada em Cuiabá. 

Em razão de alguns detentos terem apresentado sintomas da doença, os 600 recuperandos que entraram em contato com os sintomáticos, em dois raios da penitenciária, já foram isolados, como medida de prevenção.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet