Olhar Direto

Sexta-feira, 07 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Doença avança como ‘nuvem de gafanhotos’ e vai ficar até novembro por “opção da população”, diz secretário

Da Redação - Isabela Mercuri

15 Jul 2020 - 09:33

Foto: Reprodução

Doença avança como ‘nuvem de gafanhotos’ e vai ficar até novembro por “opção da população”, diz secretário
O secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que Mato Grosso vai conviver com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) pelo menos até o mês de novembro, por opção da população que não cumpre as medidas de isolamento e os cuidados para não serem infectados.

Leia também:
Justiça determina liberação de 300 mil exames de detecção da Covid-19 para Mato Grosso
 
Gilberto afirmou que a doença avança como uma ‘nuvem de gafanhotos’, vindo do sudeste em direção ao interior do Brasil. Por este motivo, os estados do Centro Oeste enfrentam aumento exponencial no número de casos e mortes pela doença.
 
“Estancar as mortes não depende de abertura de leito de UTI. Estatisticamente uma porcentagem das pessoas infectadas irão a óbito, como não existe hoje medicamento exclusivo. Pelo menos 40% dos que vão para leitos de UTI acabam não resistindo, principalmente os que tem idade avançada ou comorbidades”, afirmou.
 
Segundo o secretário, a única forma de diminuir o número de mortes e casos é o isolamento social, e isso não foi alcançado.  “Vamos amargar algum desconforto com esse comportamento. Ainda vai subir os números de casos, até chegar a um platô e depois a queda vai ser lenta. Vamos conviver com essa pandemia até novembro, porque essa é a opção que a população está fazendo”, lamentou.
 
Com esta previsão, Gilberto ainda lembrou do desafio que será o de realizar eleições em meio à pandemia, além do período de queimadas e baixa umidade do ar. “Vamos entrar num período muito complicado em Mato Grosso. Começamos a viver um momento de piora no estado do ar,  com queimadas, baixa umidade, tudo isso contribui para o aumento de doenças respiratórias, então é um conjunto. Se tiver retorno das aulas, mais um ingrediente preocupante, e se tivermos eleição, por mais distanciamento que vá ocorrer, vai trazer consequências”, afirmou.

36 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • João Batista
    16 Jul 2020 às 22:34

    Vai diminuir quando acabar o dinheiro, safado

  • Eita
    16 Jul 2020 às 18:56

    Fato. Povo fica de mimimi e não faz nada pra se proteger e nem proteger os seus. Povo vai morrer bastante ainda.

  • Tcumzinho
    16 Jul 2020 às 08:20

    Até o digníssimo secretário que está cansado de saber das recomendações para não contrair o vírus pegou Covid, e agora vem com essa, ele mesmo não se cuida contaminando outras pessoas, um fanfarrão com salário em dia e ainda se eximindo da responsabilidade que tem, a culpa é da população mesmo que elegeu pessoas tão incompetentes para atuar em seu nome, uma lástima.

  • Mariana
    16 Jul 2020 às 08:03

    Concordo. Plenamente. Culpa é do povo, que não queta3, que está fazendo festinha churrasco, indo ao mercado, passeando. Achando que é férias. Tá todo mundo culpando prefeito, culpando secretário da saúde. Mais cade povo , vcs não fazem sua parte. Gente andando sem máscara, todo mundo nem aí, se todo mundo fizesse sua parte e realmente cumprisse com isolamento já tínhamos Saído dessa. Tanto é que o único país que não saiu dessa foi o Brasil, pq o brasileiro é filho da p.$@#.... não faz sua parte.

  • Damião
    16 Jul 2020 às 04:13

    Opção da população e incompetência dos gestores públicos!!!

  • Silas
    15 Jul 2020 às 23:56

    Quando a gente não sabe rezar, a gente xinga o santo! A incompetência dos nossos gestores dá até vergonha! Secretário pede pra sair e leva contigo o MM!

  • Simá Freitas de Medeiros
    15 Jul 2020 às 22:28

    Como assim Secretário? Isolamento de 50% acaba com o vírus? O senhor será o próximo prêmio Nobel de medicina. ..Governador MM, acorda, esse Secretário não sabe o que fala. O vírus veio para ficar, ou tem vacina para 7 bilhões de pessoas no mundo ou isola 100%. O Senhor consegue???? Sem mais comentários.....por que não te calar????

  • Nicola
    15 Jul 2020 às 15:35

    É de espantar esse pronunciamento do secretário de saúde, Sr. Gilberto, tiveram o tempo todo para se organizarem, preparar, planejar e nada disso foi feito, estão correndo atrás, sendo que poderiam ter tudo arrumado para quando esta situação chegasse, mas no entanto, subestimaram a pandemia e as consequências estão sendo nefastas de diversas maneiras, fecharam muito cedo, quebraram a economia, isolamento total não resolve, não criaram nenhum protocolo para o início da enfermidade, já cientes de que tem eficácia sim, que seja de 50%, ja seria 50% menos pessoas nas Utis, mas pra quê? Os senhores tem para onde "correr" e nós quanto povo?

  • Jackson
    15 Jul 2020 às 15:17

    Esse assunto já deu!!!!! PQP Chega desse assunto!!!!!

  • EDUARDo MIRANDA
    15 Jul 2020 às 15:17

    Estão mais perdidos que cego em tiroteio ,em vez de assumir a incompetência coloca a culpa no povo. Óbvio que há uma parte do povão que não está nem aí. O mal exemplo vêm dos gestores. Ninguém aguenta no final de tudo quem paga a conta?Adivinha ??

Sitevip Internet