Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Notícias / Picante

Operação Tapiraguaia

Alvo de investigação que apura fraudes milionárias justifica dispensa de licitação

Da Redação

13 Ago 2020 - 08:47

Foto: Reprodução

Operação Tapiraguaia
A secretária de Saúde de Confresa (1011 quilômetros de Cuiabá), Fernanda Perpétua dos Santos, afastada do cargo na última quarta-feira (13) por decisão judicial, após diligências da quarta fase da Operação Tapiraguaia , defendeu, em nota, que a compra de exames não realizados pelo SUS para pacientes do Hospital Municipal de Confressa foi realizada através de compra direta, “ou seja, com dispensa de licitação”. A investigação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal (MPF) apura o desvio de recursos públicos federais na área da Saúde e da Educação no Município. De acordo com os investigadores, uma licitação que deveria ter sido realizada em 2018 para contratação de laboratórios de análises clínicas foi dispensada indevidamente. O certame deveria ter como objeto a prestação de serviços para a população de Confresa e região. A nota emitida pela defesa de Fernanda também esclarece que ela não possui envolvimento com os demais crimes investigados na Operação. Em que pese, Olhar Direto não atrelou o nome da investigada aos outros fatos que não possuem relação com seu caso. Clique AQUI e entenda o caso.
 

Mais Picantes

Sitevip Internet