Olhar Direto

Segunda-feira, 08 de março de 2021

Notícias / Política MT

Após debate “sangrento” na hora do almoço, Abílio e Emanuel abaixam o tom na TVCA; veja como foi

Da Redação - Isabela Mercuri / Max Aguiar / Carlos Dorileo

27 Nov 2020 - 20:47

Após debate “sangrento” na hora do almoço, Abílio e Emanuel abaixam o tom na TVCA; veja como foi
A sexta-feira (27), dois dias antes do segundo turno das eleições municipais, ainda não terminou para os dois candidatos de Cuiabá, Abílio Junior (PODE) e Emanuel Pinheiro (MDB). Nesta noite, os dois voltam a se encontrar, desta vez em um debate realizado pela TV Centro América.

Leia também:
“Fantasma”, “corrupto” e “lixo”: debate entre Abílio e Emanuel tem ofensas e bate-boca fora do ar; veja como foi

No primeiro turno, a afiliada da TV Globo não realizou debates, usando o argumento da necessidade de evitar aglomerações devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Desta vez, a opção foi por fazer, mas sem permitir a entrada de jornalistas. O Olhar Direto, no entanto, acompanhará os bastidores antes da entrada dos candidatos nos estúdios. Assista ao debate completo AQUI.

Acompanhe os bastidores:

22h47 - Termina o debate.

22h46 - 
Emanuel Pinheiro, em suas considerações finais, agradeceu a Deus, à família, à esposa e aos filhos, à mãe e aos irmãos, ao vice Stopa, aos candidatos a vereadores, à militância e à população cuiabana pelo apoio. Afirmou para os eleitores compararem a maturidade, experiência e propostas dos candidatos. Convidou os eleitores a entrarem em suas redes e vistoriarem sua experiência e vida. Disse que segue administrando para todos, sem prejudicar ninguém, para construir uma cidade mais justa e inclusiva. Terminou pedindo votos no 15 no próximo domingo.

22h45 - Começou o período de considerações finais. O candidato Abílio Brunini é o primeiro. 

Eu quero agradecer você cidadão que chegou até aqui conosco. Quero agradecer o candidato Emanuel pelo comportamento aqui nessa emissora, que nos deixou fazer propostas. Essa é uma emissora que principalmente colocou regras e fez um debate harmonioso. Quero agradecer minha esposa, quero agradecer meus amigos e ao povo que me abraça na rua. Quero dizer que a corrupção mata todo mundo. Que pra mudar essa história é preciso votar 19, Abílio e Wellaton, para acabar com a corrupção.

22h40 - Abílio Júnior cita dificuldade da prefeitura em garantir atendimento digno nas UPAS e pergunta o que Emanuel fará para resolver os problemas da UPAS.
 
Emanuel diz que nesse primeiro mandato estruturou o sistema de saúde. O prefeito cita o projeto hora estendida da saúde como saída para resolver os gargalos no atendimento e evitar filas nas policlínicas e promete ampliar o hora estendida.
 
Abílio diz que diversas vezes foi em UPAS entregar equipamentos para os profissionais das unidades. Ele conta que médicos ficaram doentes pela falta de equipamentos necessários e promete fortalecer a rede primária. “Se a gente cuidar bem dos nossos técnicos de saúde, médicos e enfermeiros, a saúde vai melhorar”, alega.
 
Emanuel diz que já está fazendo pela saúde e que ao ampliar as unidades básicas e com a hora estendida vai garantiu atendimento digno para a população. 

22h40 - Emanuel disse que durante os encontros deles ficou pouco esclarecidas as propostas de cada um para o saneamento básico. Afirmou que ele marcou um novo tempo em sua gestão e perguntou a proposta para o saneamento de Abílio.

Abílio respondeu dizendo que o contrato com a Águas Cuiabá estimula metas, e as obras feitas na cidade são feitas para cumprir as metas. Afirmou, ainda, que a Águas Cuiabá assumiu a CAB e disse que até 2024 tem meta de fornecer água e tratamento de esgoto em todos os bairros. Afirmou ser importante fazer primeiro obras de saneamento e depois as de pavimentação asfáltica, citando bairros onde elas devem ser feitas, para depois ser feita a pavimentação asfáltica. Afirmou que com a economia da máquina pública e redução das secretarias vai economizar 300 milhões de reais e conseguirá investir em saneamento.

Emanuel, na réplica, afirmou que já está fazendo, que criou o programa emergencial Cuiabá 300 anos, que investiu 500 milhões de reais no saneamento básico, que o esgotamento sanitário era de 33% e hoje está em 62%, que 85% dos lares cuiabanos tem água tratada na torneira sem intermitência, e disse que foi porque entregou a ETA sul, que atinge 87 bairros e 150 mil habitantes. Afirmou que fará a universalização do saneamento será até dezembro de 2024.

Na treplica, Abílio disse que a Águas Cuiabá é terceirizada e independente do município, que tem um contrato com metas. Afirmou que a Águas arrecada seus recursos e a Prefeitura não tem vínculo direto. Disse, ainda, que o prefeito não pode comemorar o que uma empesa terceirizada fez, mas só cobrar que faça mais e dentro do prazo.

22h34 - Nesse bloco, Abílio questiona Emanuel Pinheiro. O assunto é política para pessoa com deficiência.

Abílio – Nós tivemos reduzido o fundo para pessoa com deficiência e idosa reduzidos. Porque?

Emanuel – Nós fizemos vários programas para pessoa idosa e com deficiência. Estamos preparando centro de convivência em diversos bairros. Estamos implantando setores de pagamentos de IPTU para que o idoso não precise se deslocar para pagar contas de impostos. Apenas na pandemia paramos esse programa. Temos a secretaria para Pessoas com Deficiência. É a política pública que vai resolver esse problema.

Abílio – Vamos entregar medicamentos em casa para deificientes e idosos. Queremos fortalecer o Buscar (programa de transporte para deicientes e pacientes que precisam de hemodiálise) e o transporte público para pessoas idosas e pessoas com deficientes. Fortalecer políticas públicas com concurso para intérprete em libras e fazer uma verdadeira política para idosos também.  

Emanuel – O Buscar atende o tratamento continuado para pessoas com deficientes. E nós mantivemos em nossa gestão. Nós temos que entregar programas de mobilidade para deficiência e pessoa idosa por que ela sim entende. E nós temos isso em nossa gestão.


22h31 - Emanuel abre a rodada questionando Abílio sobre a defesa dos servidores públicos.
 
Abílio responde que ninguém governa sozinho e que qualquer pessoa precisa do servidor público ao seu lado para governar Cuiabá. “É importante valorizar o servidor público”. Ele cita o apoio de Gisela Simona e promete reduzir o custo da máquina pública para que o servidor público tenha tecnologia para oferecer serviço à população. “Queremos valorizar os melhores profissionais da prefeitura”, sustenta.
 
Na réplica, Emanuel diz que o tempo de valorização do servidor público já existe. O prefeito diz que promoveu os melhores avanços das carreiras municipais e acusa o governador Mauro Mendes, apoiador de Abílio, de promover um desmonte dos direitos dos servidores públicos. O emedebista ainda lembra que não teve nenhuma greve ao longo do primeiro mandato.
 
Abílio diz que todos os avanços conquistados pelos servidores públicos nos últimos anos passaram pela Câmara e tiveram o apoio da oposição
 
22h25 -
O terceiro e último bloco com perguntas livres recomeça e considerações finais.  

22h22 -  
O último tema de perguntas do bloco foi habitação. Emanuel Pinheiro (MDB) disse que fez um dos maiores programas de regularização fundiária, com 20 mil títulos de propriedade para famílias de Cuiabá, e perguntou como Abílio pretende resolver o problema habitacional.

Abílio respondeu afirmando que a secretária de habitação tem 34 milhões de reais de orçamento, e demorou todo o mandato para entregar o Nico Baracat II e III, o fazendo durante a campanha para reeleição. Disse que o atual prefeito não construiu nenhum novo conjunto habitacional, afirmou que Emanuel só faz propostas vazias e citou o “pessoal do oito de Abril”. Afirmou que fará o “Minha casa verde e amarela” junto ao Governo Federal, e que vai incentivar a inciativa privada a investir na “Minha casa verde e amarela” para facilitar o financiamento, afirmou que a Prefeitura vai ajudar quem precisa e desburocratizar quem quer construir.

Na réplica, Emanuel disse que está fazendo bem feito, falou que agradece que Abílio reconheceu que a gestão de Emanuel entregou o Nico Baracat, que estava abandonado há vários anos.  Afirmou que se não fosse a gestão de Emanuel e o apoio de Emanuelzinho não conseguiria ter entregue as casas do Nico Baracat para mais de 1100 beneficiários. Afirmou ainda, que irá entregar a 8 de abril, mas só vai assinar depois do período eleitoral.

Abílio afirmou, na tréplica, que é importante não contar mentiras, e afirmou que foi ação do Ministério Público contra a Prefeitura que fez com que entregasse o Nico Baracat. Disse, ainda, que na secretaria de habitação houve "o rolo do Ribeirão do Lipa", onde uma pessoa esteve supostamente cobrando 400 reais por lote para fazer regularização fundiária. Afirmou que ele vai criar projetos habitacionais de verdade.

22h17 - Abílio Brunini questiona Emanuel Pinheiro sobre geração de emprego

Abílio – Durante o outro debate eu fiz a pergunta para o candidato Emanuel sobre as empresas e quantos ele desenvolveu a Cuiabá. Vou dar uma nova oportunidade.

Emanuel – Já respondi, o senhor que não quis entender. Primeiramente vou criar o programa pós-pandemia e criar o programa de recuperação econômica para criar emprego e fomentar os micro e pequenos empresários. Vamos abrir a linha de crédito para o comerciante em que o prefeito paga o juros e o comerciante paga o empresário. Vamos criar um programa de desconto de alvará e IPTU e estimular a economia criativa como fizemos com o Senai como fizemos com o qualifica juventude. Tudo para ajudar na renda da família.

Abílio – Ele não respondeu, ou responderia igual no outro debate, que é não resolver e trazer empresas. Ele atrapalha quem quer trabalhar. Nós temos o programa desburocratiza já. Não queremos criar marketing para desburocratizar a prefeitura e gerar renda.

Emanuel – Durante a nossa gestão nós reestruturamos o programa pró-cuiabá e vamos ampliar os incentivos fiscais como essas que já trouxemos como essa de recapeamento de pneus.


22h14 - Agora Emanuel Pinheiro pergunta para Abílio e o tema sorteado foi educação.
 
O atual prefeito diz que tem “mania” de educação infantil e busca a universalização de oferta de vagas e questiona
 
Abílio responde que o município tem um orçamento de mais de R$ 3 bilhões e compara com Lucas do Rio Verde; diz que enquanto a capital tem R$ 5 mil precipita, Lucas tem R$ 2 mil, mas unidades escolares com melhores estruturas que a capital. “Cuiabá não tem piscina nas escolas, escolas de primeira linha. Em Cuiabá tem escolas com telhado caindo, em Cuiabá a merenda é precária”, diz o vereador. “Queremos aprender com os municípios que têm o melhor IDEB e vamos valorizar os professores”, completou
 
Emanuel diz que senso do governo federal aponta um déficit de 8 mil e 300 vagas, mas os pais pedem pouco mais de 4 mil. O prefeito apresenta um plano para criar as mais de 4 mil vagas no próximo mandato.
 
Abílio, na tréplica, diz que Cuiabá tem 163 unidades escolares com estruturas precárias, tirando as CMEIS, cujas obras foram iniciadas na gestão Mauro Mendes. “Precisamos sim manter o kit escolar, mas também investir em infraestrutura”, finaliza.

22h09 - Início do segundo bloco.O segundo bloco tem temas determinados pela produção. Quem abriu o bloco foi o candidato Abílio, e a primeira pergunta foi sobre o tema “combate à corrupção”. Abílio agradeceu à esposa que enviou um recado para ele, e depois afirmou que fiscalizou a corrupção da Prefeitura, citando os secretários e adjuntos presos na gestão atual. Depois, perguntou o que Emanuel fez para combater a corrupção.

Emanuel respondeu que não houve corrupção em sua gestão, e quando seus auxiliares foram suspeitos, eles foram afastados e se defenderam longe do cargo. Afirmou que o secretário que foi preso, Huark, o que o levou à prisão aconteceu durante o mandato de Mauro Mendes. Disse, ainda, que as suspeitas são investigadas pelo Ministério Público e Polícia. Emanuel também disse que nenhuma investigação chegou ao Prefeito e nem diretamente aos secretários. O prefeito terminou dizendo que segue priorizando os mais carentes em sua gestão.

Na réplica, Abílio disse que acredita que Emanuel precisa tomar conhecimento de algumas coisas, e citou o procurador Marcos Britto, o secretário de educação Alex Passos, ambos suspeitos de superfaturamento de obras de creches. Falou sobre o Huark, que só saiu depois que pediu para ser afastado, e afirmou ainda que ele fiscalizou enquanto vereador, promoveu a CPI da saúde. E perguntou de novo o que Emanuel fez no combate à corrupção. Emanuel afirmou que a operação sangria veio do MPF e não da “ação heroica” de Abílio. Disse que afastou o secretário antes de prisão. Afirmou, ainda, que em relação às obras de creche que o vereador se refere aconteceram na gestão da secretária Marioneide, que foi secretária de Mauro Mendes.

21h58 - Abílio Brunini questiona o candidato Emanuel – Candidato, o que o senhor fez com R$ 162 milhões que foram mandados para atuar na Covid-19?

21h57 - Emanuel – O candidato está angustiado. Mas, é o seguinte. Os R$ 165 milhões não veio só para Cuiabá. Graças a Deus o governo nos ajudou. Fizemos 135 leitos, sendo 95 leitos no Pronto-Socorro e mais 35 na unidade do São Benedito. Também fizemos a UPA do Verdão, que servia como unidade de apoio. Preparamos e habilitamos nossos profissionais para que assim que detectasse os primeiros casos já encaminhasse o paciente para a UPA Verdão. Fomos reconhecidos por isso.

Abílio – Bom população, se nesse domingo você acreditar em nós, nós vamos gastar o dinheiro da Covid só pra Covid. Não vamos mandar prender nenhum comerciante. Não vamos fechar igreja, nem fechar a cidade de Cuiabá. Vamos criar opções para que a população se cuide. Vamos tomar medidas inteligentes.

Emanuel – Também não vamos usar sacos plásticos no rosto e postar na redes sociais, isso é um tapa na cara da sociedade. Perdemos mais de mil pessoas pela Covid-19. Graças a Deus, 80% dos casos foram recuperados. Saímos a frente para cuidar de Cuiabá.

21h55 - Emanuel agora questiona Abílio Júnior sobre causa animal. “Qual a sua produção legislativa em defesa à causa animal”?
 
Abílio diz que destinou emendas parlamentares para ONGs e que o prefeito não repassou. Ele alega que fez propostas, pediu hospital veterinário que até hoje não saiu do papel. Alega também que pediu UTI móvel de castração, que não foi realizada. “Vamos fazer o hospital veterinário, parecia com associações e programa de castração animal”, promete Abílio.
 
Emanuel diz que foi o prefeito que mais apresentou projetos de lei para a causa animal e criou a diretoria de bem-estar animal. O prefeito admite que houve disputa de área no hospital veterinário e prometeu entregar o local ano que vem
 
Na tréplica, Abílio lembra que vereador não executa, mas legisla e fiscaliza.

21h50 - Na segunda pergunta do primeiro bloco, Abílio Junior (PODE) questionou Emanuel Pinheiro (MDB) sobre a estação Alencastro, disse que ele gastou 500 mil reais para colocar energia solar em sua cobertura e perguntou: “Quanto a prefeitura economiza com aquilo?”.

Emanuel respondeu que a insensibilidade do candidato é notória porque não anda de ônibus. “Só quem depende de transporte coletivo consegue entender o que fizemos”, afirmou, e citou as estações que fez com energia solar, assentos para todos, assentos exclusivos, wifi, carregador de celular. “Mudamos a ótima de respeitar o cidadão”, afirmou. Pontinhos de pau a pique representavam desrespeito, tem que se colocar no lugar do cidadão e é para ele que eu administro. Prometeu estacoes no CPA1, CPA3 e Coxipó. Na réplica, Abílio afirmou que Emanuel não conhece a estação que está em frente à Prefeitura, e disse que a economia é de 56 reais, com instalação malfeita e sem manutenção. Afirmou que o ar condicionado não funciona e molha lá dentro quando chove. Ainda disse que ele não conhece Cuiabá e que a cidade que ele vive é só a da propaganda. Prometeu criar bilhete único e afirmou que suas propostas são verdadeiras. Na tréplica, Emanuel afirmou que o sistema de transporte está sendo revolucionado e todos os abrigos de ônibus estão sendo trocados, com iluminação no período noturno. Ainda falou do número de usuários por dia nas estacoes de ônibus.

21h45 - Emanuel – Empoderamento do papel da mulher. Como vereador o senhor tem alguma comissão legislativa para defesa da mulher?

Abílio – Boa noite, primeiro quero agradecer a Deus para poder falar sobre nossas propostas. Quero agradecer a você que nos trouxe aqui até o segundo turno. Como você sabe a Câmara não tem mulher na Câmara. Na próxima legislatura terá duas e queremos mais uma. Participei da CPI do Feminicídio que resultou na Delegacia da Mulher. Agora temos com a gente a Gisela Simona, que junto com Michele e Edna e Maisa vão ordenar programas para as mulher.

Emanuel – Nós criamos a Secretaria da Mulher que vai discutir política pública para as mulheres. No HMC é o único hospital público onde tem uma ala para cuidar de mulher. E criamos o programa órfão da gente que vai cuidar de crianças que tiveram suas mães vítimas de feminicídio.

Abílio – Atualmente a Secretaria da Mulher só paga dívidas da Secretaria de 300 anos e colocou os funcionários lá. Nós faremos política de verdade com Michele, Edna e Maísa

21h41 - Por sorteio, Emanuel Pinheiro será o primeiro a perguntar.

21h40 - A mediação é feita pela jornalista Luzimar Collares. 

21h39 - Começa agora o último debate da eleição municipal de Cuiabá.

21h26 - Os candidatos já estão prontos para o debate, que deve começar em instantes.


Foto: Caroline Mesquita/G1

21h22 -
Candidatos já estão em seus camarins e dessa vez seus marqueteiros. Acompanhado de Emanuel Pinheiro está com a esposa Márcia Pinheiro e Abílio está apenas com um de seus seguranças. 

21h11 - Após a entrada dos dois candidatos, os cabos eleitorais que estavam fantasiados de fantasmas saíram do local e deixaram a porta da emissora vazia

21h06 - REGRAS DO DEBATE DA TVCA

O debate será dividido em três blocos. O primeiro e o terceiro terão temas livres. Já o segundo traz assuntos determinados.

Nesse caso, o mediador vai sortear o tema a ser abordado.

As perguntas, de até 30 segundos, serão feitas sempre de um candidato para outro. As respostas serão de até um minuto e meio, com um minuto para réplicas e 45 segundos de tréplicas.

Por fim, no último bloco, os candidatos terão tempo para as considerações finais.

20h57 - Abílio Junior (PODE) chegou na TV Centro América dirigindo o próprio carro. Ele não parou para falar com a imprensa.

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

20h49 - Emanuel Pinheiro (MDB) já chegou ao local do debate. Ele falou com a imprensa antes de entrar no estúdio, e se mostrou otimista diante do resultado da pesquisa do Ibope, porém, disse que colocou o "pé" da militância "no chão". Segundo ele, é necessário humildade até que o último voto seja contabilizado na urna.

O prefeito afirmou que espera um debate mais propositivo do que o que aconteceu nesta manhã. "Sempre em respeito à população cuiabana o nível elevado, o nível elevado, o alto nível, a população cuiabana merece isso, merece ter propostas, ideias, para decidir o destino da cidade, as melhorias da qualidade de vida da população, a inclusão e a justiça social, potencializar tudo aquilo que já foi feito, especialmente em saúde, em educação, mobilidade urbana, serviços urbanos e infraestrutura... enfim, a população merece respeito, e por isso eu vou manter um debate propositivo e alto nível.Sempre em respeito à população cuiabana o nível elevado, o nível elevado, o alto nível, a população cuiabana merece isso, merece ter propostas, ideias, para decidir o destino da cidade, as melhorias da qualidade de vida da população, a inclusão e a justiça social, potencializar tudo aquilo que já foi feito, especialmente em saúde, em educação, mobilidade urbana, serviços urbanos e infraestrutura... enfim, a população merece respeito, e por isso eu vou manter um debate propositivo e alto nível", afirmou.

Emanuel chegou acompanhado de Márcia Pinheiro (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Emanuel lamentou a postura de Abílio no debate da TV Vila Real: "O candidato, vocês estão vendo, não tem propostas, sobra agressão, sobra baixaria, sobra desequilíbrio emocional... ameaçou sair do debate, ofendeu jornalistas, ofendeu o grupo Gazeta, ofendeu candidato, então ele não tem equilíbrio emocional. Mas em respeito à população cuiabana acho que a gente merece encerrar esse debate em alto nível", disse.

20h45 - A militância de Emanuel Pinheiro ja está em frente aos estúdios da TV Centro América. Alguns deles, vestidos de "fantasma", como provocação ao oponente, Abílio Junior (PODE).
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet