Olhar Direto

Notícias / Cidades

NA SALA DO CHEFE

Servidora acusa presidente do Indea por assédio sexual e pede exoneração de cargo

Da Redação - José Lucas Salvani

12 Jan 2021 - 08:48

Foto: Reprodução

Servidora acusa presidente do Indea por assédio sexual e pede exoneração de cargo
Uma servidora do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) acusou o presidente do órgão, Marcos Catão Dornelas Vilaca de assédio sexual. O caso aconteceu em novembro, mas só foi divulgado nesta semana. Segundo informações do boletim de ocorrência, ela pediu exoneração do cargo após o episódio sofrido.

Leia mais:
Filho é espancado pelo pai por pegar R$ 2 da madrasta em Cuiabá

O boletim de ocorrência foi registrado em novembro. Conforme relata no documento, a vítima trabalhava com o presidente, sendo necessário entrar diversas vezes em sua sala para servir café, mostrar o cardápio e outras atividades alheias. O assédio sexual aconteceu em um dos dias em que ela precisou entrar na sala para repor as garrafas d’água, quando ele passou a dar investidas verbais, realizando também ato obsceno.

Mesmo com a situação, a vítima foi trabalhar no dia seguinte, mas só tomou coragem para fazer uma denúncia após relatar ao seu pai o que aconteceu. Ele também a encorajou para pedir desligamento do Indea, como incentivou o registro do boletim de ocorrência para evitar que outras mulheres passassem pela mesma situação que ela.

A deputada estadual, Janaina Riva, utilizou suas redes sociais para prestar apoio à vítima e informou que entrou em contato com o secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, para pedir o afastamento do presidente. De acordo com a parlamentar, o pedido já foi atendido e está sendo analisado.

Olhar Direto entrou em contato com o Governo de Mato Grosso. Em nota, o executivo estadual informou que irá abrir uma investigação para apurar o caso.

Atualizada às 09:24.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet