Olhar Direto

Domingo, 09 de maio de 2021

Notícias | Cidades

álcool afeta imunidade

Mato-grossenses que receberem vacina russa comprada por Mauro terão que ficar período sem beber; entenda

Foto: DADO RUVIC/REUTERS

Mato-grossenses que receberem vacina russa comprada por Mauro terão que ficar período sem beber; entenda
A Sputnik V, comprada pelo governador Mauro Mendes (DEM) para acelerar a imunização em Mato Grosso e que aguarda liberação da Anvisa, traz consigo uma recomendação que impacta diretamente na eficácia da vacina: evitar o consumo de bebida alcoólica durante seis dias (três após cada dose). No caso dos outros imunizantes, segundo recomendação do Ministério da Saúde, o período é de um dia.

Leia mais:
MT vacinará todos acima de 30 anos se Sputnik V for aprovada pela Anvisa, diz governador
 
A vacina russa chegou a ser alvo de polêmica, quando em dezembro do ano passado, a vice-primeira-ministra da Rússia, Tatiana Golikova, ter afirmado que os recém-vacinados precisariam permanecer 42 dias longe de bebidas alcoólicas para fortalecer a imunidade. Porém, o diretor do Instituto Gamaleya (fabricante da vacina Sputnik V), Alexander Gintsburg, posteriormente corrigiu o prazo para seis dias (três dias a cada dose).
 
Segundo o diretor do instituto que produz a Sputinik V, não se proibe a ingestão de álcool, apenas se sugere o consumo moderado. "Obviamente, não há proibição total do álcool durante todo o curso da vacinação. Falamos em moderação razoável no consumo até que o corpo tenha formado sua resposta imunológica à infecção por coronavírus. Isso se aplica não apenas à Sputnik V, mas a qualquer outra vacina", explica.
 
Ele ressalta que o consumo excessivo de álcool pode reduzir significativamente a imunidade, tornando a vacinação menos eficaz ou "totalmente inútil".
 
"Da mesma forma, durante os 42 dias em que a imunidade ao coronavírus está sendo formada, não é recomendado o uso de imunossupressores. Todas essas são apenas recomendações padrão durante a vacinação para atingir sua eficácia máxima. No entanto, os médicos recomendam não beber álcool por três dias após cada injeção", acrescenta.
 
As bebidas alcóolicas em grandes quantidades interferem na formação da imunidade, assim como na recuperação de doenças infecciosas e eficácia de antibióticos.
 
Para as vacinas que já são aplicadas no país, o Ministério da Saúde orienta que o consumo de bebidas alcoólicas deve ser evitado nas 24 horas após o recebimento de qualquer uma das duas doses.
 
Um estudo do Departamento de Ciência e Tecnologia do Conselho Filipino para Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde reforça a ideia de que o álcool atrapalha a imunização.
 
“Ingerir álcool após receber a vacina não colocará a vida de ninguém em risco, mas é uma vacina com uma cepa desconhecida, então a recomendação de ficar sem álcool uma semana antes e 20 dias depois [da imunização] é inteligente”, analisa em entrevista ao portal Metrópole o coordenador do pronto-socorro do Hospital Santa Lúcia Sul, em Brasília, Luciano Lourenço.
 
“O que chama atenção da comunidade médica é as pessoas estarem preocupadas com o consumo de álcool em vez de desejarem estarem saudáveis para que o organismo responda da melhor maneira possível”, finaliza Luciano.

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que se a vacina Sputnik V for aprovada pela Anvisa, e as 1,2 milhão de doses compradas ficarem em Mato Groso, poderão ser vacinados todos os mato-grossenses com mais de 30 anos de idade em apenas quatro meses. 

Recentemente, Mauro participou de uma reunião na Anvisa, mas ficou frustrado com o resultado, que não foi efetivo. A compra das doses da Sputnik V deve ser feita por meio do Consórcio da Amazônia e, no total, seriam 37 milhões de doses para o Brasil. Estas doses ficam nos estados apenas se o Governo Federal não pagar pelas vacinas.

Outra diferença em relação à Coronavac e à Astrazeneca se dá na própria forma da vacina, visto que ela é feita de adenovírus e tem dois componentes. Desta forma, as 1 milhão e 200 mil doses que chegariam a MT poderiam imunizar 1,2 milhão de pessoas.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet