Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de junho de 2021

Notícias | Cidades

100 mil pessoas

Cuiabá vacinou quase um sexto da população com a primeira dose contra a Covid-19

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Cuiabá vacinou quase um sexto da população com a primeira dose contra a Covid-19
Cuiabá atingiu o número de 100 mil pessoas imunizadas com a primeira dose da vacina contra o coronavírus, na manhã desta quinta-feira (06). Esse quantitativo representa 40% dos grupos prioritários contemplados na campanha de vacinação, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde e um sexto da população total da Capital, que tem 618.124 pessoas segundo o Instituto Brasileiro de de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia mais:
Declarações falsas de comorbidades para vacinação podem ser enquadradas em 14 tipos de crimes

No total, conforme dados da plataforma Localiza SUS, do Ministério da Saúde, 142 mil doses já foram aplicadas (primeira e segunda dose) desde o início da campanha Vacina Cuiabá - Sua vida em primeiro lugar, da Prefeitura Municipal de Cuiabá.

"Sonho dia e noite em imunizar toda a população de Cuiabá. A Prefeitura vai continuar trabalhando para que esse objetivo seja alcançado. Seguimos o preconizado pelo Plano Nacional de Imunizaação, sempre com respeito e responsabilidade", pontuou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. 

Esta marca, que foi atingida após pouco mais de 100 dias do início da campanha de imunização, foi possível devido ao recebimento de remessas semanais de vacina, o que viabilizou a abertura de novos postos de vacinação.

“A descentralização da campanha, que já estava prevista no Plano Municipal de Imunização, apresentada em janeiro, dependia da chegada de um número maior de doses. Com a regularização deste recebimento, abrimos novos pontos e aceleramos a aplicação de doses”, comentou Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha de imunização.

A segunda dose da vacina foi aplicada em cerca de 42 mil pessoas em Cuiabá, seguindo o prazo de aplicação de cada imunizante. “A segunda dose da Coronavac deve ser ministrada 28 dias após a primeira e a da Astrazeneca após 90 dias. Por isso temos essa diferença no quantitativo de pessoas que tomaram as duas doses”, explicou a coordenadora.

Importante ressaltar que em Cuiabá todas as pessoas que foram vacinadas com a primeira dose têm a segunda garantida, ao contrário de muitas outras cidades no país, que não guardaram os imunizantes para a segunda aplicação e não receberam a tempo para assegurar a vacinação dentro do prazo.

O empresário Aderson Ferreira Duarte, de 71 anos foi um dos vacinados com a segunda dose nesta quarta-feira (05) com Coronavac e comemorou muito a imunização. “Enquanto muitos municípios estão com problema de segunda dose, o prefeito Emanuel Pinheiro acertou em reservar a segunda dose. Fez algo extremamente sensato, mesmo contrariando muitas autoridades e sendo criticado. Várias pessoas em outras cidades estão sem a segunda dose, e graças à decisão acertada do prefeito, isso não está acontecendo em Cuiabá”, comemorou o idoso. 

 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet