Olhar Direto

Quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Notícias | Política MT

direita MT

Leitão, Bia Kicis, Medeiros, Galli e empresários de Rondonópolis se reúnem para discutir pretenções para 2022

Foto: Reprodução

Leitão, Bia Kicis, Medeiros, Galli e empresários de Rondonópolis se reúnem para discutir pretenções para 2022
Representantes de diversos partidos do grupo "Direita Mato Grosso", como Podemos, PSL, PSC, PRTB, Patriota, e da sociedade civil participaram de uma reunião no final do mês de setembro, com o intuito de discutir soluções para o futuro do Brasil. Entre as queixas está o mau uso do dinheiro público e a necessidade de maior geração de empregos.

Leia mais:
Chefe de departamento de auditoria do SUS é exonerado; motivo seria suposta perseguição à gestão de Emanuel

A empresária Tânia Balbinotti, de Rondonópolis, foi uma das que participou da reunião. Apesar dos rumores de que o nome dele teria sido sugerido para uma possível candidatura ao Governo em 2022, em entrevista ao Olhar Direto ela negou. Segundo Tânia, o assunto discutido foi o desejo de mudanças no país.

"Não foi falado nada disso [candidatura], foi só uma conversa sobre a situação mesmo, sobre os problemas que estamos enfrentando, acho que todo brasileiro de bem quer uma solução, né? Quer um candidato que comece a usar bem o dinheiro público, que comece a trazer resultados e não só gaste o dinheiro público. Tem muita gente que quer isso hoje no país, então a gente foi lá convidado pra debater sobre isso, mas não foi falado nada sobre candidatura não", afirmou a empresária.

Além de Tânia e seu marido, Odílio Balbinotti, também participaram da reunião personalidades políticas como a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), o deputado federal José Medeiros (PODE) e os ex-deputados Nilson Leitão (PSDB) e Victório Galli (Patriota). Tânia também disse que não participou de discussões que pudessem ter apresentado outros nomes às eleições de 2022.

"Ali a gente não falou sobre isso. Teve muita conversa sobre várias coisas, mas não foi falado [sobre candidaturas], foi falado é que precisa-se encontrar candidatos e mais nada. Várias pessoas que estavam lá têm debatido muito estas questões, sobre pontos de vista diferentes hoje, do que está aí. E foi realmente [discutido] sobre começar a usar melhor o dinheiro dos cidadãos, que pagam seus impostos, e dar respostas, porque precisamos criar portas de saída da pobreza. O país tem muita riqueza e isso precisa começar a gerar emprego", disse Tânia.

A empresária disse que foi convidada porque tem debatido e buscado soluções para os problemas do país e por isso acredita que foi convidada para o encontro. "Eu acho que a sociedade tem que participar", afirmou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet