Olhar Direto

Sábado, 21 de maio de 2022

Notícias | Cidades

segundo ataque

Homem com camiseta preta e faixa vermelha na cabeça ataca ciclistas em bairro nobre de Cuiabá

Foto: Reprodução

Maristela Ricci ficou com hematomas por conta do ataque

Maristela Ricci ficou com hematomas por conta do ataque

Um homem não identificado vestido com uma camisa preta e utilizando uma bandana vermelha atacou duas pessoas na região do Jardim das Américas, em Cuiabá. A agressão ocorreu por volta das 6h00 da manhã quando as ciclistas realizavam atividade física na região da avenida Parque Barbado, próximo ao supermercado Big Lar.

Leia mais:
Golpistas se passam por membros de facção criminosa para "ameaçar" empresários de Cuiabá

De acordo com o relato da servidora pública aposentada Maristela Ricci, o ataque aconteceu quando ele e sua irmã, que pedalam juntas, atravessavam a faixa de pedestre. Elas perceberam que o homem foi para a região do matagal e, logo em seguida, partiu na direção delas. 

Este é o segundo ataque cometido pelo suspeito. Anteiormente ele correu atrás de outro homem, que também caminhava na região. Segundo Maristela, o homem de bandana correu em sua direção com uma vara de bambu nas mãos. Ele rodava a vara de bambu “como se fosse um laço”, o que assustou ainda mais a ela e sua irmã.

“Algo estarrecedor, apavorante, ele veio para cima de mim e com a graça de Deus e dos meus anjos da guarda consegui me desvencilhar do primeiro ataque”, contou Maristela. Segundo Rômulo Ricci, filho de Maristela, o “louco” já havia  corrido na direção do pai de um amigo anteriormente, mas não conseguiu agredi-lo. “Ele veio na minha direção, acertaria meu rosto, um dos golpes acertou de raspão, mas pedalei rápido pra tentar fugir, minha irmã que estava atrás de mim começou a gritar bastante e foi aí que ele se assustou e correu”, contou. 

De acordo com Maristela, funcionários da prefeitura de Cuiabá que limpavam a área tentaram correr atrás do homem, mas ele conseguiu fugir. Em seguida, a polícia foi acionada, coletou os dados da funcionária pública e informou que procuraria pelo suspeito. 

“Ele parecia um rambo, todo de preto e com a bandana vermelha, foi assustador, várias guardas já viram ele e já me disseram que é uma figura nova por aqui”, afirmou. “Foi muito assustador porque eu pedalo há anos e nunca tinha visto isso, ele tinha uma cara de furioso, de louco, de drogado, com ódio no semblante”, contou. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet