Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de junho de 2022

Notícias | Política MT

RECURSO SEGUE EM ANÁLISE

Pleno do TCU mantém suspensão da construção do BRT em Cuiabá e Várzea Grande

Foto: Reprodução

Pleno do TCU mantém suspensão da construção do BRT em Cuiabá e Várzea Grande
O Pleno do Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu manter a decisão do ministro Aroldo Cedraz que suspendeu o andamento da licitação para a construção do Bus Rapid Transit (BRT) em Cuiabá e Várzea Grande. O deferimento foi unânime e ocorre um dia após o governador Mauro Mendes (UNIÃO) ir pessoalmente a Brasília se encontrar com o ministro.

Leia mais:
Após reunião com governador e bancada, ministro do TCU tem três dias para decidir se vai cassar liminar

Ao colocar seu relatório em análise, Cedraz determinou que a cautelar seja encaminhada para a equipe técnica da Corte de Contas da União para dar seguimento a todas as medidas requisitadas no processo.

O recurso apresentado pelo Governo de Mato Grosso ainda será examinado pela Corte. Nele, o Estado sustenta que não há uso de verba federal na obra, que o financiamento feito para custear o BRT já foi quitado e que a mudança do modal já foi validada por todos os municípios da Região Metropolitana, exceto Cuiabá – autor da ação no Tribunal.

Em sua decisão, Cedraz considerou que o Governo realizou a licitação de forma “açodada” e não fez os estudos necessários para concluir que o BRT seria a melhor opção.

Na última terça-feira (10), o governador Mauro Mendes esteve em Brasília para discutir o recurso com o ministro Aroldo Cedraz. Participaram da reunião os senadores Jayme Campos e Wellington Fagundes, o secretário-chefe da Casa Civil, Rogério Gallo, o secretário de Desenvolvimento Econômico Cesar Miranda, o ex-senador Cidinho Santos e o deputado federal Neri Geller.
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet