Olhar Direto

Quarta-feira, 18 de maio de 2022

Notícias | Cidades

Sessão de espancamento

Cabo da PM é preso por bater na esposa tenente e colocar arma na cabeça dela em Cuiabá

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Cabo da PM é preso por bater na esposa tenente e colocar arma na cabeça dela em Cuiabá
Um cabo da Polícia Militar, lotado no 10º Batalhão, foi preso por bater na esposa, que também é tenente, na madrugada desta sexta-feira (13), no bairro Santa Marta, em Cuiabá. A vítima disse que o marido desferiu socos, a enforcou e ainda colocou uma arma em sua cabeça.

Leia também:
Homem em surto psicótico ameaça matar mãe e comer os olhos dela

Consta no boletim de ocorrência que o cabo chegou ao apartamento da família por volta de 2h15, já alcoolizado. Antes disso, o casal tinha discutido por WhatsApp e com medo de ser agredida, a tenente se trancou no quarto. 

O cabo, porém, teria ‘esmurrado’ a porta e ainda ameaçado quebrá-la. Para não acordar o filho de dois anos, a vítima resolveu abrir e o homem iniciou uma sessão de espancamento contra a mulher.

O policial agrediu a esposa com socos no peito, tapas no rosto, empurrões. Depois disso, jogou a vítima na cama, e enquanto a agredia verbalmente, continuava com os tapas e socos.

A mulher ainda tentou se desvencilhar do agressor com alguns chutes, mas não adiantou. A vítima também tentou acionar a PM por quatro vezes, sendo impedida pelo marido. A tenente só conseguiu ajuda na quinta tentativa, porém os militares demoraram a chegar ao local. A mulher teve que ligar para um ofiical para pedir agilidade no deslocamento. 

No intervalo de tempo, o suspeito disse que iria arrumar suas roupas para ir embora e tentou consigo uma arma calibre. 635 que a tenente havia comprado. Exaltado, o tenente enforcou novamente a esposa, sacou uma pistola taurus 9 milímetros e apontou para cabeça da vítima, ameaçando atirar a qualquer momento.

O homem também torceu o braço da esposa para forçar ela a entregar a arma, desferiu uma cabeçada nela, o que lhe causou inchaço e ainda mordeu a mulher.

O filho da tenente, um adolescente de 15 anos, acordou durante a confusão, começou a gritar, e o cabo parou com as agressões por alguns instantes. Rapidamente, a mulher jogou a bolsa com a pistola para o filho e pediu que ele se trancasse no quarto.

O homem continuou xingando a mulher e só cessou as agressões quando a PM chegou. Conforme a vítima, o homem já lhe agrediu pelo menos quatro vezes.

O cabo não resistiu à prisão e foi encaminhado para o plantão 24 horas da Delegacia da Mulher. A Corregedoria da PM deverá apurar o caso. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet