Olhar Direto

Sexta-feira, 01 de julho de 2022

Notícias | Política MT

Reunião da cúpula

Botelho diz que Mauro vai esperar volta de Virgínia na próxima semana para decidir sobre apoio ao Senado

22 Jun 2022 - 11:56

Da Redação - Isabela Mercuri / Do Local - Érika Oliveira

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Botelho diz que Mauro vai esperar volta de Virgínia na próxima semana para decidir sobre apoio ao Senado
O deputado estadual Eduardo Botelho (UNIÃO) se reuniu com o governador Mauro Mendes (UNIÃO) e ouviu do chefe do executivo que a primeira-dama Virgínia Mendes deve voltar a Cuiabá dentro de uma semana. Depois disso, a cúpula do União Brasil deve se reunir e definir, de uma vez por todas, o apoio na campanha ao Senado Federal.

Leia também:
Depois de uma semana acompanhando a esposa, Mauro volta a Cuiabá para agenda no Palácio

Segundo Botelho, Mauro pediu que o partido esperasse o retorno de Virgínia e que a questão fosse tranquilizada, antes de ser realizada essa reunião. “Temos dois candidatos e tem uma decisão do TSE dizendo que candidato a governador não pode ter dois candidatos a Senado na chapa. Tem que ter um candidato a senador, e ele disse que será definido nas próximas duas ou três semanas”.

O presidente da Assembleia Legislativa afirmou, ainda, que Mauro é “100% candidato”, e por este motivo é necessária a decisão do apoio. Também afirmou que não tem preferência pessoal nessa decisão.

“Minha preferência é pelo candidato do grupo. O que for definido pelo União, eu vou seguir. Não sei qual a tendência, os dois são importantes para nós neste momento. Wellington tem esse grupo bolsonarista, forte dentro do estado. Isso pode ser colocado em considerado. Mas não podemos esquecer que o Neri vem de um grupo forte, que elegeu o governador, que tem pessoas de peso com ele, como Blairo e Eraí Maggi”, completou.

Atualmente, os nomes do senador Wellington Fagundes (PL) e o deputado federal Neri Geller (PP) são os mais fortes para estar com Mauro. No entanto, correndo por fora há também a pediatra Natasha Slhessarenko (PSB), que já disse que gostaria de estar no palanque do governador.

Mauro ficou em São Paulo por uma semana acompanhando a primeira-dama Virgínia Mendes, que no último dia 13 de junho passou por uma cirurgia de retirada de um tumor no pâncreas. Ele voltou para a capital na última segunda-feira (20), se reuniu com algumas lideranças, mas deve ir a São Paulo novamente neste final de semana, antes de voltar com Virgínia para Mato Grosso.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet