Olhar Direto

Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Notícias | Política MT

Reunião de apoiadores

Emanuel lamenta justiça ter ‘barrado’ inserções de Márcia e ‘convoca’ militância para força-tarefa

Foto: Assessoria

Emanuel lamenta justiça ter ‘barrado’ inserções de Márcia e ‘convoca’ militância para força-tarefa
Reunião política realizada no Hotel Fazenda Mato Grosso na noite de domingo (25) reuniu cerca de duas mil pessoas, que declararam apoio à candidata ao governo do estado, Marcia Pinheiro (PV), ao candidato à reeleição e deputado federal Emanuelzinho (MDB) e ao candidato ao Senado Neri Geller (PP).


Leia também:
Emanuel diz que seria muito ruim para Cuiabá um episódio de agressão a Alckmin: “para lá de justificada a não-vinda”

O encontro contou com a participação do coordenador geral da campanha, prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e do candidato a vice na chapa de Márcia, Vanderlúcio Rodrigues (PP). Durante discurso, Emanuel lamentou a decisão da Justiça em barrar as inserções da candidata Marcia Pinheiro e convocou toda a militância a realizar força-tarefa para alavancar votos para a candidata. 

"A Justiça proibiu todas as inserções da Marcia, que contém mais de 200 informações sobre o concorrente Mauro Mendes. Ela está proibida de aparecer porque questiona a fortuna do governador e da sua família depois que assumiu o governo do estado.  Nas inserções, a partir de amanhã, só vai ter só Mauro Mendes falando as mentiras e as falsas promessas que não foram cumpridas”, disparou Pinheiro.

“Convoco o exército pra ir pra cima. Vamos mostrar pra essa turma que nossos adversários são os poderosos, que perseguem os servidores, que perseguem professores, que taxam o povo e o nosso comércio. Vamos mostrar a força com o nosso exército. Essa turma não aprende, estão menosprezando a força do maior exército do estado. E hoje, estou aqui para falar o porquê Marcia Pinheiro aceitou o convite. Ela está representando a garra, a fibra da mulher mato-grossense, a esperança, e vai distribuir essa riqueza que o estado está concentrando para poucos. Marcia vai fazer um Mato Grosso para todos", completou. 

Vanderlúcio Rodrigues, por sua vez, falou da importância da união dos militantes nesta reta final. "Que cada um aqui peça votos a todos e principalmente no interior do estado. Quem tem um grupo desse tamanho não perde uma eleição, principalmente quando é para tirar um desgoverno, que atinge cada vez o trabalhador com mais impostos e menos serviços públicos", disse.

O deputado federal Emanuelzinho lembrou que se passaram quatro anos e o governador do estado, Mauro Mendes, não fez o que havia prometido, mas continua querendo governar para um grupo de amigos. Ele elogiou ainda a força da militância do grupo político ao qual pertence.

"Sem medo de errar, porque eu tenho andado os quatro cantos de Mato Grosso, é o grupo político mais unido e forte desse estado, disparado. Essa reta final é decisiva, vamos escolher se vamos deixar Mato Grosso ser novamente gerido por pessoas que só pensam em perseguição, taxação e humilhação ao povo, ou se vamos ter um projeto de longo prazo que contemplará os nossos filhos, os nossos aposentados, os nossos netos”, disse.

“Precisamos de serviços de humanização nos 141 municípios, o governador focou em ajudar os amigos e esqueceu do povo. Eles vão tentar nos atacar de todos os lados e por isso, precisamos de vocês que representam a mim, a Marcia, e ao senador Neri.  Não temos o poderio econômico, mas temos os serviços prestados e em Cuiabá, a gestão entregou muitas obras na Educação, Saúde e na mobilidade, grandes obras estruturantes", completou o parlamentar.

O deputado federal e candidato ao Senado Neri Geller citou que somente o diálogo, os programas sociais que serão implantados por Lula presidência e Marcia no governo de Mato Grosso irão tirar o povo do vermelho: "Eu sempre defendi o funcionalismo, o diálogo com a direita e esquerda, nós temos resultados de trabalhos prestados a Mato Grosso, tanto o Emanuelzinho, Marcia e eu. Desta forma humilde, eu escolhi ficar do lado da população para que possamos combater o que está errado. A Marcia tem apoio do meu partido e da minha base no interior e estamos trabalhando com muita força para irmos para o segundo turno. Eu preciso muito de vocês, o momento não é fácil, eu estou enfrentando diversas perseguições e sendo penalizado em muitas coisas", concluiu. 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet