Olhar Direto

Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Notícias | Cidades

em VG

Suposto membro de igreja diz que homem detido por importunação a criança é pastor e tentou ajudar menina de 2 anos

Foto: Reprodução

Suposto membro de igreja diz que homem detido por importunação a criança é pastor e tentou ajudar menina de 2 anos
Homem que se identificou como membro da Igreja Missionária Unida do Brasil, de Várzea Grande, publicou um vídeo em suas redes sociais afirmando que o rapaz detido suspeito de ter importando uma menina de 2 anos, na manhã deste sábado (10), no município, é inocente. O personagem do vídeo disse na gravação que o investigado é pastor da unidade religiosa e que a intenção era apenas “escoltar” a criança que não estava acompanhada de um adulto.

Leia também
Homem é preso por importunação sexual a criança de 2 anos em Várzea Grande; veja vídeo

 
O fato aconteceu depois que o cachorro do pai da suposta vítima escapou e o homem correu atrás para tentar recuperar o animal. Neste momento, a criança saiu de casa desacompanhada.
 
Ao ver a menina sozinha, o suspeito, que passava pelo local em uma motocicleta, desembarcou do veículo, tirou o capacete e passou a acompanhar a criança. De acordo com o suposto membro da igreja, a intenção do investigado era apenas levar a menor para um lugar seguro.
 
“Ele desceu (da motocicleta) para ajudar a criança. Na verdade, foi escoltar. Ele disse: ‘menininha, onde você mora?’. Só que ele disse que a menininha falava embolado. Ele tirou o capacete justamente para não passar a impressão de ser um cara estranho. Ele também disse que na hora não teve a ideia de ligar para a polícia”, disse o homem que não será identificado.
 
A versão dos moradores, no entanto, é diferente. Eles afirmam que o investigado teria importunado a vítima sexualmente. Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver que testemunhas ficaram bastante exaltadas e que foi necessário acionar a Polícia Militar.
 
Policial de folga deteve suspeito
 
O homem também informou que o investigado foi detido por um policial de folga. Ele afirmou que a intenção do agente era ajudar também a menina a se encontrar com os pais, mas acusou o suspeito do crime. O suposto membro da igreja ainda disse que o suspeito foi agredido.
 
“O policial nem deixou ele (o suspeito) se explicar. Já começou a falar que ele era pedofilo, jogou ele na calçada e agrediu”, detalhou.
 
Depois de ter sido detido, o investigado foi levado à delegacia. As duas versões serão investigadas pela Polícia Civil.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet