Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de abril de 2024

Notícias | Política MT

MATERIAL NO LIXO

Lúdio classifica episódio de uniformes jogados como triste e pede intervenção da Seduc para detectar causa

28 Fev 2024 - 17:35

Da Redação - Rodrigo Costa / Do Local - Rafael Machado

Foto: JLSiqueira/ALMT

Lúdio classifica episódio de uniformes jogados como triste e pede intervenção da Seduc para detectar causa
O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) classificou como triste o episódio dos uniformes escolares encontrados descartados em lixos de Cuiabá. Como noticiou o Olhar Direto, um vídeo que viralizou nas redes sociais, nesta terça-feira (27), mostrava uniformes escolares fornecidos gratuitamente a alunos da rede estadual de ensino dentro de lixeiras próximas à Escola Estadual Professora Eliane Digigov, no Bairro Bela Vista, em Cuiabá. 


Leia também
Procuradoria da Mulher da ALMT repudia fala machista de vereador e cobra punição


Em entrevista à imprensa nesta quarta-feira (28), Lúdio afirmou que é necessário que ocorra intervenção da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) para entender o fenômeno e pensar medidas que não gerem situações tão “tristes quanto essa”. 

“É um problema sério porque é recurso público aplicado na aquisição de uniformes, tênis e materiais. A gente precisa entender porque os jovens estão jogando fora os materiais que recebem. Isso tem que ser objeto em uma escuta e estudo por parte da Secretaria de Educação, para a gente avaliar o que está errado e o onde que está o erro".

“O que explica os jovens saírem da escola e, em massa, descartarem o material que acabaram de receber? Qual a razão para esse comportamento?”, questionou 

Na avaliação do deputado, para encontrar respostas, é preciso ouvir alunos, pais, professores, direção, coordenação e também a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Ele afirma que a pasta precisa criar um ambiente para produzir um diagnóstico sobre este fato e para evitar que volte a acontecer. 

“E sem tentar identificar a culpa desse ou daquele. É um problema que não pode voltar a se repetir. Quem tem que ter a iniciativa de provocar o ambiente para esse debate, essa escuta é a Seduc. A Seduc é quem tem a responsabilidade de encaminhar a explicação para isso, sem fugir da questão e sem tentar apontar culpados que não sejam de fato culpados”, disse. 

O deputado apontou também a necessidade de Comissão de Educação da Assembleia convocar a Seduc para que a pasta preste esclarecimentos e busque respostas junto ao grupo do porquê os jovens estão descartando materiais, se esse é um fato isolado, se já aconteceu em outras ocasiões e em outras escolas do estado. “É entender esse fenômeno para pensar em medidas que não gerem situações tão tristes quanto essa”, finalizou. 

Segundo o autor do vídeo que viralizou nesta terça, os uniformes foram jogados pelos próprios alunos. Na gravação, o homem mostra outros uniformes recolhidos dentro de seu carro que, segundo ele, foram descartados em lixeiras e vias públicas. “Isso não é culpa do governo, isso é culpa do diretor dessa escola que não zela e não dá uma boa informação aos alunos”. 

No mesmo dia, a deputada Janaina Riva (MDB) gravou um vídeo em suas redes sociais “revoltada” com o descarte, que, segundo ela, foi feito pelos discentes. Ela sugeriu ainda que pais e mães de alunos matriculados na referida escola chamem seus filhos para uma conversa. “Não é uma questão política, é de valores. É inadmissível que algo tão importante para garantir a identificação e a igualdade entre os estudantes seja tratado de forma tão displicente!”.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet