Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de abril de 2024

Notícias | Cidades

GEROU POLÊMICA

Juíza de vara criminal em MT se ajoelha e lava os pés de presidiário na Mata Grande

Foto: Divulgação

Juíza de vara criminal em MT se ajoelha e lava os pés de presidiário na Mata Grande
A juíza Sabrina Andrade Galdino Rodrigues, da 4ª Vara Criminal de Rondonópolis (215 km de Cuiabá), foi fotografada “lavando os pés” de um detento do Presídio Estadual Major Eldo de Sá Correa – a Mata Grande – durante uma missa na unidade penitenciária. O fato causou polêmica e foi compartilhado nas redes sociais no domingo (31).


Leia também
Preso diz que traficante do CV 'Mano Raker' arquitetou crime; bandidos foram prontos para 'tudo ou nada'


Apesar de ter “viralizado” no domingo, a missa foi realizada na quinta-feira (28), considerado o dia de "Lava Pés". A data é tida como tradição na Igreja Católica e profundamente simbólica, remontando ao próprio Jesus Cristo e sua demonstração de humildade quando lavou os pés de seus discípulos. O ritual é atualmente associada com a Missa da Última Ceia, que celebra de maneira especial a última ceia de Jesus, na Quinta-Feira Santa.
 
A informação foi publicada pela Diocese de Rondonópolis-Guiratinga. A unidade religiosa anunciou em sua página no Facebook que Maurício da Silva Jardim, em seu segundo ano como bispo, voltou a celebrar e lavar os pés de 12 detentos da unidade.
 
A magistrada teve os pés lavados por Dom Maurício. Logo após o ritual, ela se ajoelhou e ajudou o bispo a lavar os pés dos detentos participantes da cerimônia.
 
“Para minha surpresa (eu também lavei os pés da juíza), ela me ajudou a lavar os pés de 12 detentos, em um gesto que ela me confidenciou depois: ‘eu estou aqui para servir a comunidade de Rondonópolis'. Ela se ajoelhou, como Jesus, se rebaixou e, junto comigo, lavou os pés de 12 detentos, na quinta-feira de manhã, lá no presídio”, contou o bispo.
 
 O gesto da magistrada gerou críticas por parte de alguns seguimentos da sociedade.
 
Procurada, a assessoria do Tribunal de Justiça (TJMT) disse que se trata da vida particular da juíza e que não vai se posicionar.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet