Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de abril de 2024

Notícias | Cidades

'apreciando a paisagem'

Advogado de WT posta stories curtindo Maceió horas antes de ser preso: veja vídeo

Foto: Reprodução

Advogado de WT posta stories curtindo Maceió horas antes de ser preso: veja vídeo
O advogado Jonas Cândido da Silva, que defende Paulo Winter Farias Paelo (o "WT"), foi preso pela Polícia Civil em Maceió nesta terça-feira (2) no desdobramento das investigações da Operação Apito Final, deflagrada para desarticular um esquema de lavagem de capitais criado por integrantes de uma organização criminosa, em Cuiabá. 


Leia também
TCE apresenta na próxima semana proposta para pagamento de dívidas na Saúde de Cuiabá; relator descarta nova intervenção


Horas antes da prisão, ele havia publicado um vídeo em suas redes sociais curtindo a paisagem do litoral da capital alagoana, cidade em que foi atender seu cliente. WT, por sua vez, foi preso na mesma Maceió na sexta-feira (29) e permanece em um presídio de segurança máxima. “Hoje foi dia de trabalho e de aproveitar o trajeto para apreciar a paisagem”, escreve em seus stories. 

De acordo com a investigação da Polícia Civil, Jonas e outros integrantes eram pré-candidatos a vereadores em Cuiabá e tinham pretensões de ser influentes na política. O irmão de WT, Fagner Paelo, também preso nesta terça-feira, tinha o desejo de iniciar na vida política. Inclusive, a Polícia Civil apreendeu diversos veículos adesivados com o nome do suspeito.

“O principal investigado, conhecido como W.T., teria um time de futebol que leva o seu nome, o ‘amigos do W.T.’, e o irmão dele, Fagner Paelo, também alvo da investigação, é pré-candidato a vereador no município de Cuiabá, que foi preso na data de hoje”, disse o delegado Rafael Scatolon, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Apito Final

A ação policial é um braço da Operação W.O., deflagrada na última sexta-feira (29), em Maceió (AL), pela Delegacia de Repressão ao Entorpecente (DRE). Na ocasião, além de W.T., foram presos: Alex Júnior Santos de Alencar, Andrew Nickolas Marques dos Santos e Tayrone Junior Fernandes de Souza, quando participavam de um jogo de futebol na cidade de Maceió. Por se tratar do líder da organização, os investigadores anteciparam a investida contra W.T. e deflagraram a operação na sexta-feira.

Nesta terça,  a polícia cumpriu 25 mandados de prisão e 29 de buscas e apreensão, além da indisponibilidade de 33 imóveis, sequestro de 45 veículos e bloqueio de 25 contas bancárias dos alvos investigados.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet