Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de maio de 2024

Notícias | Política MT

'NÃO TEM NINGUÉM'

Sem citar Mauro Carvalho, Kássio diz que faltou humildade ao PRD e prevê partido sem nenhum vereador em Cuiabá

Foto: Reprodução

Sem citar Mauro Carvalho, Kássio diz que faltou humildade ao PRD e prevê partido sem nenhum vereador em Cuiabá
O vereador de Cuiabá, Kássio Coelho (Podemos), afirmou nesta segunda-feira (22) que o recém-criado PRD, comandado em Mato Grosso pelo suplente a senador Mauro Carvalho, não vai eleger nenhum vereador em Cuiabá nas eleições de 2024 e que faltou humildade à direção da sigla. A declaração ocorre na esteira da polêmica saída dele da legenda, em fevereiro deste ano. 


Leia também
Botelho promete moção de aplausos para policiais acusados de agredir suspeito de matar motoristas: "heróis"

“Estou tranquilo. Estou com a chapa que ficou competitiva e vamos eleger dois vereadores. O PRD não tem ninguém e nenhum vereador. E não vai eleger nenhum vereador. Eu acredito que me saí bem", disse Coelho, sem citar Carvalho, ao Veja Bem MT. O comentário do vereador, no entanto, foi visto como uma indireta ao comandante do PRD. 

“Quando você conhece e cria um laço de amizade, não coloca critérios que não possam ser cumpridos. Política não tem critério; você tem que trazer pessoas para dentro, organizar e colocar para ser candidatos. Quem não tem certidão negativa, não é candidato; quem tem, pode ser candidato”.

Durante as negociações para a formação do diretório do PRD em Mato Grosso, Kassio, junto com o deputado estadual Dilmar Dal Bosco e o Júlio Campos, ambos do União, estiveram em São Paulo em reunião com o presidente nacional do partido, Ovasco Resende, demonstrando interesse em “levantar” a legenda aqui no estado.   

À época, Dilmar chegou a afirmar que Ovasco viria a Mato Grosso para “estudar” os grupos interessados em ajudar na composição do diretório da sigla. Contudo, uma mudança de planos ocorreu quando Mauro Carvalho, aliado próximo do governador Mauro Mendes (UNIÃO), foi oficializado como presidente do diretório estadual do PRD. 

Mesmo depois dessa decisão, Kassio continuou cotado para assumir o comando da sigla em Cuiabá. No entanto, essa possibilidade não vingou e Coelho deixou a legenda alegando que "foi tirado do partido" contra sua própria vontade. 

Nesta segunda, ele foi questionado sobre um eventual bolo no PRD e negou. Ele afirmou ainda que para construir uma chapa de vereadores para disputar as eleições tem que ter credibilidade, conjunto, ser humilde e conhecer Cuiabá, os candidatos e as pessoas. 

Perguntado se essa seria uma indireta a Mauro Carvalho, respondeu que não e ele exaltou a sua própria trajetória política afirmando que já trabalhou na composição de chapas vencedoras para deputados à Assembleia, disputou uma cadeira no senado e se mostrou confiante para as eleições municipais. 

“A expectativa é de conseguir duas cadeiras, podendo buscar até a terceira. Sabemos que é difícil por causa da legislação. Mas nossos companheiros estão trabalhando e fazendo visitas. Estou bastante feliz com o grupo que conseguimos organizar no podemos.  
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet