Olhar Direto

Terça-feira, 28 de maio de 2024

Notícias | Política MT

aniversário da cidade

Júlio diz que VG cresceu e está 'coalhada' de pessoas mais pobres ao justificar falta d'água e problemas de mobilidade

15 Mai 2024 - 12:04

Da Redação - Rafael Machado/ Do Local - Max Aguiar

Foto: Prefeitura de VG

Júlio diz que VG cresceu e está 'coalhada' de pessoas mais pobres ao justificar falta d'água e problemas de mobilidade
O ex-prefeito de Várzea Grande, deputado Júlio Campos (União), disse que a cidade enfrenta problemas de infraestrutura e de saneamento básico devido ao seu crescimento populacional e de residências sem nenhum tipo de planejamento. De acordo com ele, a má distribuição de água e as falhas na mobilidade urbana têm ligação com a quantidade de moradores mais pobres no município. 


Leia também 
Valdemar ‘enquadra’ deputados e proíbe gravações de apoio a pré-candidatos que não são do PL


Ele ressalta que um dos causadores da situação caótica de Várzea Grande foi a “explosão” de construção de conjuntos habitacionais mais populares, o que fez com que a população e a demanda por políticas públicas aumentassem, sem controle do Paço Municipal.

“Várzea Grande esticou, da Ponte de Júlio Müller quase chegando no Livramento, e daqui do Centro, foi parar quase na divisa com Santo Antônio. Hoje tem um problema muito sério com os conjuntos habitacionais, quem não tinha condição de comprar terra barata em Cuiabá para fazer casas populares migrou para Várzea Grande que ficou coalhado, como diz o cuiabano, de casas populares, de gente, de pessoas de nível mais pobre, pessoas mais humildes”, comentou.

Apesar dos problemas na distribuição de água, tratamento de esgoto, mobilidade urbana, o ex-prefeito ressaltou que a cidade não é tão esburacada como Cuiabá. No entanto, ele destacou que a migração fez com que os planejamentos estruturais da cidade não fossem concluídos.

Ele reconhece que Várzea Grande tem problemas e todos os prefeitos que passaram pelo comando do município tem uma parcela de culpa dos gargalos ainda persistirem aos longos dos 157 anos, completados nesta quarta-feira (15).

“É paranaense, gaúcho, mineiro, pessoal do interior, povo de Rondônia, não tem como, você gestor, barrar a pessoa que quer morar lá. Várzea Grande tem graves problemas, mas também nunca teve invasão. Não sei se perceberam. Várzea Grande não é uma cidade com invasão como tem em Cuiabá, todos os loteamentos de Várzea Grande foram aprovados e tem o mínimo de infraestrutura. Então, nós temos, todo mundo tem culpa nisso”, frisou.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet