Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Picante

Prioridades trocadas

Enquanto comandante da PM usa a farda para se meter em política, assassino de sargento segue à solta

Foto: Reprodução

Prioridades trocadas
Passados 10 dias da morte do sargento Odenil Alves Pedroso, 46 anos, as forças de segurança ainda não localizaram Rafael Amorim de Brito, 28 anos, apontado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) como assassino. Mesmo com a Polícia Militar realizando grandes operações na região da Grande CPA em busca do criminoso, os trabalhos são infrutíferos até o fim da manhã desta sexta-feira (7). Enquanto isso, o comandante-geral da corporação, coronel Alexandre Mendes, parece não estar tão preocupado em dar uma resposta rápida ao brutal crime, já que tem ocupado parte do seu tempo se metendo em política, cobrando do Congresso Nacional mudanças na legislação. Será que o comandate está pensando fazer uma 'transição' de carreira visando disputar as eleições de 2026? Se for msmo a intenção, alguém precisa avisá-lo que não é de farda que se faz política, caso contrário, corre-se o risco de manchar a gloriosa história da instituição Polícia Militar com uma atuação direcionada por viés partidário e/ou ideológico. Alexandre precisa deixar a cobrança pelo endurecimento das leis a cargo de outro Mendes, o Mauro, governador eleito, político e autoridade legítima para debater política, que inclusive já vem levantando essa bandeira em entrevistas locais e nacionais. Do policial, enquanto seguir policial, a sociedade espera apenas e tão somente o cumprimento das leis vigentes. 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Mais Picantes

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet