Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Cidades

OPERAÇÃO RAGNATELA

Líder de grupo que lavava dinheiro em shows, 'Jogador' era comparado a 'Sandro Louco' no Comando Vermelho

Líder de grupo que lavava dinheiro em shows, 'Jogador' era comparado a 'Sandro Louco' no Comando Vermelho
Informações do relatório que subsidiou a Operação Ragnatela, deflagrada na quarta-feira (6), apontam que Joadir Alves Gonçalves, o "Jogador", apontado como líder do grupo criminoso, exercia função de peça principal do Comando Vermelho (CVMT), sendo comparado ao líder máximo da organização criminosa, Sandro Rabelo da Silva – o Sandro Louco. A representatividade de Jogador era tamanha que um faccionado chegou a fazer um pedido desesperado para “gerenciar umas biqueiras”, pois estava passando dificuldade financeira com a família.


Leia também
Operação sugere que vereador acusado de atuar com o CV teria contratado funcionários fantasmas na Câmara de Cuiabá

 Jogador é apontado pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) como um dos responsáveis pela lavagem de dinheiro do Comando Vermelho, atuando por meio da realização de shows em casas noturnas. O grupo foi desarticulado na quarta-feira (5), durante a Operação Ragnatela.
 
“Verificou-se que integrantes do Comando Vermelho tratam Jogador ou Véio como peça principal da facção, comparando-o com o indivíduo Sandro da Silva Rabelo, também conhecido como Sandro Loco, tido como principal liderança do bando”, diz trecho do documento policial que a reportagem teve acesso.
 
Essas informações foram retiradas de uma conversa entre Jogador e um faccionado chamado de “Mano Jota”. Nela, o facionado faz um apelo ao líder criminoso para tentar mudar de vida. O homem explica que sempre esteve “lado a lado com o crime” e que precisa de ajuda para mudar de situação.
 
Mano Jota, que diz ser do estado do Maranhão, expressou ao seu líder que sempre atendeu aos pedidos pelo alto escalão do grupo criminoso e que agora precisa de uma contrapartida. Ele ainda pontua que, caso Jogador não consiga atender ao seu pedido, que ele passasse o número de telefone de Sandro Louco.
 
“Mano, eu estou passando uma barra difícil, cara, estou pedindo uma força pra família faz hora entendeu? Entreguei as quebradas porque eu estava pegando só prejuízo. Ganhei um dinheirinho aqui, cara. Não posso mentir. Mas, cara, entreguei as quebradas porque eu estava pegando prejuízo. Eu estou pedindo uma força pra você, cara, me dá uma oportunidade e puder passar o contato do Sandro, trocar ideia com o Sandro, que sempre que a família precisou de mim mano velho, eu tive lado a lado entendeu?”, solicitou.
 
Em outra parte, Mano Jota enaltece o poder Jogador na organização criminosa. O homem praticamente implora pela ajuda do líder.
 
“Queria ver se eu conseguia pegar umas quebrada aqui dentro de Cuiabá e Várzea Grande, mas pra isso eu preciso falar com o Sandro ou até mesmo com você, que eu sei o patamar que você está dentro da cidade, apesar de você está aí no RJ, mas eu sei seu patamar aqui dentro ou pegar uma gerência, eu só quero ter uma oportunidade de poder (ininteligível) pra minha família, mano velho, pô dá uma força pra mim, Jogador, dá uma atenção pra mim, meu irmão”.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet